• AALR3 R$ 19,60 -1.01
  • AAPL34 R$ 74,36 1.72
  • ABCB4 R$ 16,43 1.36
  • ABEV3 R$ 14,53 0.35
  • AERI3 R$ 3,81 -1.04
  • AESB3 R$ 10,67 -1.11
  • AGRO3 R$ 32,37 2.76
  • ALPA4 R$ 21,90 -0.82
  • ALSO3 R$ 19,62 0.26
  • ALUP11 R$ 26,19 0.42
  • AMAR3 R$ 2,23 3.24
  • AMBP3 R$ 29,72 4.54
  • AMER3 R$ 23,04 1.63
  • AMZO34 R$ 72,52 3.90
  • ANIM3 R$ 5,38 7.60
  • ARZZ3 R$ 82,03 2.08
  • ASAI3 R$ 15,52 1.84
  • AZUL4 R$ 20,75 11.02
  • B3SA3 R$ 11,44 -3.87
  • BBAS3 R$ 35,10 -0.17
Abra sua conta no BTG

Nova moda: pais chineses colocam capacetes e formas em bebês; entenda

O uso desse tipo de artifício visa “guiar” a formação do crânio da criança
Bebês: pais chineses têm usado técnicas para deixar cabeça dos filhos mais redondas (Getty Images/d3sign)
Bebês: pais chineses têm usado técnicas para deixar cabeça dos filhos mais redondas (Getty Images/d3sign)
Por Lucas AgrelaPublicado em 05/11/2021 11:10 | Última atualização em 05/11/2021 11:12Tempo de Leitura: 2 min de leitura

No passado, bebês com o topo da cabeça achatado eram vistos como sortudos na China. Agora, a moda é outra. Pais de recém-nascidos no país estão usando capacetes e formas para tornar as cabeças dos filhos mais arredondadas. O motivo? Estética.

A decisão gera polêmica nas redes sociais na China, com alguns pais apoiando e outros criticando a medida. O uso desse tipo de artifício visa “guiar” a formação do crânio, que ainda está em desenvolvimento nos primeiros anos de vida de um bebê.

Ao jornal local South China Morning Post, um vendedor desse tipo de produto para deixar cabeças de nenéns mais arredondadas disse que é possível notar resultados em 45 dias de uso, caso a criança tenha três meses de idade. O vendedor em questão comercializa uma espécie de travesseiro, que tem cerca de 200 vendas por mês.

Especialistas criticaram a medida. “Mas não faz sentido corrigir o formato da cabeça de um bebê para fins de beleza”, disse o médico pediatra Guo, em comentário publicado on-line. “Pode ser que os pais estejam refletindo suas ansiedades nos filhos.”