Pop

Não é só impressão: o mundo está girando mais rápido, comprovam cientistas

No mês passado, o planeta completou a rotação mais rápida até hoje registrada e o dia acabou mais cedo; encontro de astrofísicos vai discutir o fenômeno

A Terra está girando mais rápido (Getty Images/Getty Images)

A Terra está girando mais rápido (Getty Images/Getty Images)

CA

Carla Aranha

Publicado em 30 de julho de 2022 às 17h46.

Última atualização em 30 de julho de 2022 às 18h37.

Cientistas confirmaram uma sensação peculiar dos últimos tempos: o mundo está mais acelerado. E não é figura de linguagem. No mês passado, a Terra completou a rotação mais rápida até hoje registrada, encerrando a contagem de 24 horas com 1,59 milissegundos a menos.

Em 2020, as rotações foram completadas mais rapidamente em 28 ocasiões -- na mais veloz delas, houve uma aceleração de 1,47 milisegundos.

Um encontro de astrofísicos na semana que vem em Singapura vai estudar o fenômeno. Os cientistas Leonid Zotov, do Instituto Astronômico Sternberg (de Moscou), Christian Bizouard, do Observatório de Paris, e Nikolay Sidorenkov, do Centro Russo de Pesquisa sobre Hidrometeorologia, devem apresentar uma teoria, durante a convenção, baseada na chamada "oscilação de Chandler", um ligeiro desvio no eixo de rotação do planeta.

De acordo com os cientistas, sistemas como o GPS poderão ser afetados e novos protocolos precisariam ser implementados para lidar com a questão. Softwares que dependem da sincronização do tempo também demandariam uma atenção especial.

Veja também:


 

Acompanhe tudo sobre:EspaçoFísicaPlaneta TerraPlanetas

Mais de Pop

WinZO, de jogos online, quer 'dar um gás' no mercado de games com talentos do Brasil

'Pedaço de Mim': é possível ficar grávida de dois homens diferentes? Obstetra responde

Criadores de 'Stranger Things' vão produzir série de terror para Netflix; saiba mais sobre o projeto

Após participação em 'Titanic', ex-ator mirim ainda ganha fortuna com apenas uma fala no filme

Mais na Exame