Morre Kevin Conroy, clássica voz do Batman nos desenhos, aos 66 anos

De acordo com a imprensa internacional, Conroy travou uma extensa batalha contra o câncer
Kevin Conroy deu voz ao Batman por mais de 30 anos (Batman/ DC Comics/ Twitter/Reprodução)
Kevin Conroy deu voz ao Batman por mais de 30 anos (Batman/ DC Comics/ Twitter/Reprodução)
L
Luiza VilelaPublicado em 11/11/2022 às 17:45.

A mais clássica voz do Cavaleiro das Trevas se despede das telas. Kevin Conroy, dublador do Batman na série animada da Warner Bros. morreu nesta quinta-feira, 10, aos 66 anos. Ele lutava contra um câncer há alguns meses.

A informação foi confirmada hoje, 11, por Diane Pershing, também dubladora do desenho pela personagem Hera Venenosa, em sua página no Facebook.

"Notícia muito triste: nossa amada voz do Batman, Kevin Conroy, morreu ontem. Ele estava doente há um tempo, mas realmente dedicou muito tempo às convenções, para a alegria de todos os seus fãs. Ele fará muita falta não apenas para elenco da série, mas para sua legião de fãs em todo o mundo. Abaixo, estão fotos de Kevin com Loren Lester, que interpreta Robin, outro comigo e Tara Strong, que dublou episódios mais recentes dos desenhos animados do Batman. E então, finalmente, uma de Kevin e eu na frente do grande público que costumávamos receber quando fazíamos nossos painéis. Descanse em paz, amigo", escreveu.

 

O dublador do Coringa na mesma série animada, Mark Hamill, também se prenunciou em comunicado.

"Kevin era perfeito. Ele era minha pessoa favorita no mundo, e eu o amava como um irmão. Ele realmente se importava com as pessoas ao seu redor. Sempre que nos víamos ou conversávamos, me espírito saia elevado", disse Hamill.

O co-criador da série animada do Batman, Paul Dini, e a conta oficial do Batman e da Warner Bros, no Twitter, da DC Comics, também prestaram homenagens ao dublador.

 

Kevin Conroy: um Batman eterno, único e memorável

A série animada do Batman foi ao ar entre 1992 e 1995, dublada por Conroy em um tom grave bastante característico do personagem. Foi ele o primeiro a trazer uma voz diferente para o super-herói e para o homem por trás da máscara, mudando as entonações — tendência seguida por Christian Bale, Ben Affleck e Robert Pattinson nos filmes live-action do Batman.

Além do desenho da Warner, Conroy também seguiu com Bruce Wayne em "Batman: Arkham" e nos jogos do "Injustice". Ao todo, foram cerca de 30 anos dando vida ao Cavaleiro das Trevas, dividindo trabalhos em mais de 60 produções.

Assumidamente homossexual, em 2022, ele chegou a comentar sobre sua experiência como dublador em Hollywood no quadrinho "DC Pride 2022". Na história, Conroy faz um paralelo entre o personagem e ele mesmo, em uma "vida dupla". Por sua orientação sexual, o dublador foi rejeitado em vários projetos quando, então, deu a voz a um dos mais conhecidos super-heróis do mundo.

Ele deixa o marido, Vaughn C. Williams, e os irmãos Trisha e Tom Conroy.

LEIA TAMBÉM:

Astro de Batman nunca assistiu sequer um filme da DC ou Marvel; veja por quê

'Coringa 2': sequência com Joaquin Phoenix é confirmada e ganha título oficial