Pop

Mancha solar pode disparar radiações contra a Terra; saiba mais

Segundo especialistas, a mancha abriga energia para erupções solares causadoras de bloqueios radiofônicos

 (Wikimedia Commons/Reprodução)

(Wikimedia Commons/Reprodução)

Uma mancha solar pode ejetar partículas carregadas de radiação em direção ao planeta terra, de acordo com o observatório de dinâmica solar da Nasa. A mancha denominada de AR 3038 dobrou de tamanho entre domingo,19, e segunda-feira, 20.

Segundo especialistas do site Spaceweather, o AR 38 possui um campo magnético “beta-gama” instável, abrigando energia para erupções solares classe M. Essa classe pode afetar regiões dos pólos magnéticos da Terra e gerar bloqueios radiofônicos.

Apesar da intensidade dessa atividade, não há o que se preocupar. Um sinalizador M9, o mais violento da classe M, tem o potencial de causar apenas 10 minutos de bloqueios nas estações de rádio e alguns problemas para utilizar GPS. Esse fato ocorre pois são ejetados massa coronais (CME), (gás ionizado a alta temperatura, provenientes da coroa solar)

O que é uma mancha solar?

As manchas solares são regiões escuras na superfície do Sol que podem emitir rajadas de radiação quando “arrebentam”. Elas geralmente se formam em áreas que possuem fortes campos magnéticos, no qual em alguns casos, podem desencadear uma explosão.

Uma mancha solar gigantesca - quase 80.000 milhas de diâmetro - pode ser vista no centro inferior do sol (NASA/SDO/Divulgação)

O Sol possui ciclo de 11 anos de atividade e está atualmente no “Ciclo Solar 25”, termo denominado pelos astrônomos que indicam a quantidade observada por eles. As manchas representam concentrações de energia no sol onde ele.

O que ocorre depois?

Após uma tempestade solar, as partículas demoram alguns dias para chegarem à Terra. O Centro de Previsão do Tempo Espacial (SWPC) está monitorando a mancha AR 38 e até agora não foi emitido nenhum aviso.

Outra consequência possível da colisão da massa coronal é a formação de espetáculos de luzes coloridas conhecidos como auroras, que quando acontecem no hemisfério norte, são chamadas de auroras boreais e no hemisfério sul, auroras austrais.

Veja também:

 

Acompanhe tudo sobre:EstrelasNasaPlaneta TerraPlanetasSol

Mais de Pop

'Peaky Blinders': as 10 frases mais icônicas de Thomas Shelby

Bob Newhart, comediante de 'The Big Bang Theory', morre aos 94 anos

Dia Internacional de Nelson Mandela: 7 curiosidades sobre a trajetória do líder sul-africano

Dez anos longe da TV, Manoel Carlos, o criador da 'dona Helena', quer voltar com projeto inédito

Mais na Exame