Luva de Pedreiro paga R$ 31 mil a ex-empresário; entenda motivo

Em junho, o criador de conteúdo rompeu com o agente após acusá-lo de não ter pago os valores devidos da parceria. O caso foi parar na justiça
Luva de Pedreiro: Segundo decisão judicial, Luva precisa pagar todo mês 30% dos seus ganhos até alcançar R$ 5,2 milhões (Instagram/Reprodução)
Luva de Pedreiro: Segundo decisão judicial, Luva precisa pagar todo mês 30% dos seus ganhos até alcançar R$ 5,2 milhões (Instagram/Reprodução)
André Martins
André MartinsPublicado em 10/08/2022 às 18:50.

O influenciador Iran Santana Alves, conhecido como Luva de Pedreiro, começou a pagar parcelas mensais para o seu ex-empresário Allan dos Santos. Em junho, o criador de conteúdo rompeu com o agente após acusá-lo de não ter pago os valores devidos da parceria. O caso foi parar na justiça. 

Segundo decisão judicial, Luva precisa pagar todo mês 30% dos seus ganhos até alcançar R$ 5,2 milhões, valor da multa mínima prevista no contrato assinado com o antigo agente. O valor de R$ 31 mil foi pago no inicio deste mês porque na prestação de contas feita por Iran à justiça seus ganhos de julho totalizaram R$ 103,6 mil.

Caso Iran não deposite os valores para o ex-agente no prazo determinado pela justiça -- quinto dia útil do mês --, o influenciador pode ter suas contas pessoais bloqueadas.

O processo movido por Luva de Pedreiro para romper o contrato com o antigo empresário tramita na 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. O jovem alega que não tinha como compreender as cláusulas no acordo por não ter sido alfabetizado, assim como seus pais.

O jovem que, de acordo com repórter do Metrópoles, teve um giro total de R$ 7.500 nas contas bancárias em 2022, quer romper o contrato pagando o equivalente a 50% do valor das parcerias fechadas no período em que esteve com Jesus. Já o empresário quer R$ 20 milhões em compensação.

Como as partes não chegaram a nenhum acordo, a determinação da juíza Flávia Almeida Viveiros de Castro foi que Luva receba o seu percentual dos contratos firmados e que a multa de R$ 5,2 milhões fosse paga para Allan do Santos. 

Entre fevereiro e junho, o ex-representante fechou dois contratos comerciais, com Amazon e Pepsi, para o influenciador. Em entrevista ao Fantástico, Allan dos Santos disse que Luva tem mais ou menos R$ 2,2 milhões para receber nos próximos meses por esses acordos. Segundo o portal UOL, o total seria de R$ 7 milhões.

Segundo os novos representantes do Luva, toda a fase conturbada de mudança no agenciamento da sua carreira do jovem atrapalhou o fechamento de novos contratos, mas que ganhos do trabalho da nova equipe devem acontecer neste mês de agosto.

Um dos primeiros acordos sob gestão da F.12, sob supervisão do ex-jogador de futsal Falcão, é com a Adidas. Iran fechou um contrato de exclusividade de 18 meses com a marca e terá que usar roupas, tênis e outros acessórios da Adidas  o que significa que o influenciador terá de usar exclusivamente a marca, como já é comum no futebol. Luva também vai ao Catar a convite da Adidas para acompanhar a Copa do Mundo em novembro.

Quem é o Luva de Pedreiro?

Com mais de 33,5 milhões de seguidores no Tiktok e Instagram, Iran Ferreira de 20 anos nasceu no povoado de Tábua, no interior da Bahia. Com o bordão “receba” repetido por famosos (e até incorporado a memes), o baiano desenvolveu a própria fórmula dos conteúdos: vídeos curtos, feitos no campo de terra batida, no qual demonstra a habilidade para dribles e chutes ao gol. E a ascensão surpreendente chamou a atenção da própria rede de Mark Zuckerberg, que, pela primeira vez, passou a seguir um influenciador do país.

LEIA TAMBÉM:

'Estou feliz que minha mãe morreu': atriz da Nickelodeon lança biografia sobre experiência com abuso

Do Hubble ao James Webb: veja as fotos refeitas pelo novo telescópio