Pop

Exposição homenageia cartunista Angeli e cinema em stop motion

O objetivo, segundo o diretor, é que as pessoas possam descobrir esse universo e, quem sabe, começar também a produzir suas próprias animações

Stop Motion: Técnica de animação vai ser mostrada ao público em São Paulo (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Stop Motion: Técnica de animação vai ser mostrada ao público em São Paulo (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 1 de março de 2023 às 07h37.

Última atualização em 1 de março de 2023 às 07h47.

Uma nova exposição, que entra em cartaz nesta quarta-feira (1º) no Cinesesc, na capital paulista, vai homenagear o cartunista e chargista Angeli e o cinema em stop motion, técnica de animação que é filmada quadro a quadro para simular o movimento. Para isso, o Cinesesc está apresentando réplicas, cenários, bonecos e até um set de filmagem, que foram utilizados na produção da premiada animação Bob Cuspe, Nós Não Gostamos de Gente, dirigido por Cesar Cabral.

A ideia da exposição, chamada A Arte da Animação Stop Motion, é mostrar ao público a trabalhosa produção que é exigida para se criar um filme desse gênero, o que pode durar anos. “O stop motion é um processo em que você movimenta um personagem frame a frame, fotografama a fotograma. É o princípio do cinema: uma sequência de imagens que gera a sensação de movimento”, explicou Cabral. “Para se ter uma ideia do que é fazer stop motion, em um dia bom de animação, em que se trabalha oito horas, são produzidos três segundos de cena”.

A mostra foi idealizada pelo próprio diretor do filme e também por Ivan Melo. “Aqui é um pouco do nosso processo de produção. Sempre sinto que o stop motion produz esse carisma com o público, que quer ver como se faz uma animação”, disse Cabral, em entrevista à Agência Brasil.

“Aqui vamos contar toda a trajetória: como se chega a um set de filmagem e como se produz uma animação. Vamos passar primeiramente pelo que é a direção de arte, em que você começa a pensar os desenhos, também pela produção dos moldes, pela construção dos esqueletos dos bonecos, até a construção e montagem dos cenários e um set de filmagem com câmeras e computadores. Acho que a pessoa vai sair daqui com a sensação e o entendimento do que é fazer um stop motion”, afirmou.

O objetivo, segundo o diretor, é que as pessoas possam descobrir esse universo e, quem sabe, começar também a produzir suas próprias animações. “Queremos colocar a sementinha da animação nas novas gerações. O stop motion é um tipo de animação difícil e caro, mas tem essa coisa especial, do processo artesanal. Cada vez mais vemos que ele está aí presente, como é o caso de Pinóquio, de Guillermo del Toro, que foi indicado ao Oscar”, disse Cabral.

A mostra apresenta três salas expositivas. Na sala de espera do Cinesesc podem ser vistos alguns dos bonecos que foram utilizados na animação, como o próprio Angeli e dois dos mais famosos personagens criados por ele: Bob Cuspe e Rê Bordosa. Há também uma coleção de pequenos rostos com bocas abertas, fechadas e semiabertas para mostrar como é produzida uma sequência de fala de um dos personagens. É nessa sala que também se encontra uma parede repleta de lambe-lambes com frases que já foram utilizadas nas tirinhas de Angeli.

No anexo 1, prédio que fica ao lado da sala de cinema do Sesc, foram instaladas réplicas de uma oficina real de construção de bonecos, demonstrando como cada um deles foi produzido a partir de moldes, silicone e metais. Ali o público vai descobrir que cada parte do corpo dos bonecos é elaborada de forma individual e só então encaixada por meio de metais para ser movimentada. Nesse anexo também são mostrados os troféus conquistados por essa animação brasileira e réplicas de cenários utilizados no filme.

No andar superior do Cinesesc está uma sala que reproduz um set de filmagem, com os cenários montados, a máquina de fotografar instalada e os computadores acessíveis para a edição e montagem quadro a quadro.

A entrada na exposição é gratuita. Escolas e grupos também poderão visitá-la mediante agendamento prévio. Mais informações podem ser obtidas no site da exposição.

Acompanhe tudo sobre:HQ – histórias em quadrinhos

Mais de Pop

Qual é a ordem cronológica correta de 'Planeta dos Macacos'? Veja onde assistir

Como termina 'House of the Dragon'? Veja como será a morte de cada um dos personagens

Preso por estelionato: Saiba quem é Nego Di e quais são as investigações que o cercam no momento

Que horas começa 'House of the Dragon'? Veja horário e onde assistir online

Mais na Exame