As 15 melhores cidades do mundo para visitar em 2022

Mais de 20 mil participantes votaram nas suas cidades em categorias como gastronomia, sustentabilidade, vida noturna e segurança
Madrid foi aplaudida pela culinária esplêndida (94%) e arte e cultura (95%) (Travelpix Ltd/Getty Images)
Madrid foi aplaudida pela culinária esplêndida (94%) e arte e cultura (95%) (Travelpix Ltd/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 12/08/2022 às 14:28.

Com o mundo entrando em sua fase pós covid, milhares de pessoas se encontram desesperadas para voltarem a viajar pelo mundo. Deste modo, a TimeOut, mídia global e negócio de hospitalidade, divulgou seu ranking anual das 53 melhores cidades do mundo para serem visitadas.

O classificação foi feita de acordo com os resultados de uma pesquisa global, onde mais de 20 mil participantes votaram nas suas cidades em categorias como gastronomia, sustentabilidade, vida noturna, segurança, entre outros. Confira a seguir as 15 primeiras cidades da lista:

1. Edimburgo

Sendo uma das cidades mais bonitas para explorar por conta dos pontos turísticos teatrais e sua arquitetura, a capital da Escócia também conta com uma variedade de restaurantes, bares e mercados para todos os gostos. Por meio de sua arte, cultura e vida noturna, a comunidade incentiva e acolhe todos os grupos e formas de auto-expressão, além de diversos festivais que retornam agora em agosto e novos estabelecimentos, como o Porto de Destilaria de Leith, a primeira destilaria vertical do país, e a Ocelot, um café de Stockbridge chocolate.

2. Chicago

A cidade de Chicago, em Illinois, Estados Unidos, foi votada como a cidade mais divertida de 2022 com oportunidades de festejar em clubes históricos e visitar diversos pontos de arte em múltiplos bairros. De acordo com a pesquisa, 96% dos moradores locais votaram em Chicago por conta de sua gastronomia, e não é por menos: a cidade conta como uma variedade de restaurantes impressionante, desde do Kasama, o primeiro menu de degustação filipino com estrela Michelin do país, até negócios independentes de comida Mexicana.

3. Medellín

Também conhecida como a 'Cidade da Eterna Primavera', Medellín, na Colômbia, foi votada pelos habitantes como a cidade com a melhor vida noturna, o que não é surpresa devido aos shows de artistas como J Balvin, Maluma e Karol G em bares na La 70. Além de um bom clima durante o ano todo, a cidade também proporciona uma ótima culinária e espírito de comunidade, tanto que ficou em primeiro lugar em ambas categorias com 90% e 94%, respectivamente.

4. Glasgow

Seja pela gentileza ou bom humor dos moradores, Glasgow, a maior cidade da Escócia, foi votada como a cidade mais amigável do mundo e acabou em segundo na categoria de “menos provável de ser descrita como cara” por conta de sua cena gastronômica informal. A cidade conta com restaurantes vegetarianos e veganos com bar de vinhos naturais, como o Sylvan, e outros como Crabshakk, especializado em frutos do mar a cocktails, além de um espaço verde vasto.

5. Amsterdã

A capital da Holanda foi votada como “o lugar mais fácil de expressar quem você realmente é” e a segunda mais progressiva no mundo, o que não vem como surpresa: Amsterdã vibra com arte, diversidade e tolerância, e seu clima é tranquilo. A cidade é grande o suficiente para agradar visitantes, mas pequena o suficiente para ser percorrida a pé ou por bicicleta, tanto que 100% dos habitantes disseram conseguir navegar por ela em duas rodas.

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana

6. Praga

Sendo capital e maior cidade da República Checa, Praga foi votada como a terceira cidade mais bonita do mundo. Praga proporciona aos cidadãos uma ótima qualidade de vida, contando com diversos museus, galerias, refeições e navegação acessíveis, tanto por transporte público quanto a pé. Ainda, a paisagem não deixa a desejar: a margem recém-finalizada do rio Náplavka foi nomeada para um prêmio de arquitetura prestigioso, enquanto a ilha arborizada Střelecký Ostrov oferece vistas atemporais.

7. Marrakech

Marrakech sempre foi conhecida como um caldeirão internacional, mas agora outros aspectos fazem a cidade ser celebrada, como o senso de comunidade, criatividade e fé no futuro. Com o encerramento do confinamento trago pela pandemia de covid-19, novos estabelecimentos foram abertos na cidade de Marrocos, como a boutique Moro e o restaurante Mouton Noir, além do International Storytelling Festival que apenas deixa os visitantes desejando por mais.

8. Berlim

Não é segredo que Berlim oferece algo para todos os públicos, desde festas que duram o final de semana inteiro, shows de arte, até passeios a pé inovadores e spas. Para deixar a experiência ainda melhor, 97% dos moradores elogiaram o sistema de transporte público de Berlim — o maior número já alcançado entre todas as cidades do mundo.

9. Montreal

Com novos restaurantes, bares, arquitetura deslumbrante, hospitalidade célebre e energia mais do que positiva, Montreal, no Canadá, nunca foi um destino tão bom para viagens. E os habitantes concordam, com 93% aplaudindo a gastronomia, 82% a arte e museus, enquanto 80% também disseram ser fácil andar pela natureza.

10. Copenhague

Apesar de ser conhecida pelas padarias, Copenhague tem muito mais a oferecer, como mercadosTorvelhallerne, Broens e Reffens — e clubes que dão vida a noite agitada da cidade. Com diversos espaços verdes, a capital da Dinamarca também se orgulha pelas diversas atividades aquáticas, como:

  • Bicicletas de hidrofólio
  • Saunas flutuantes
  • Jacuzzis
  • Bares de caiaque

Em relação aos votos, a cidade ficou em segundo lugar nas categorias de sustentabilidade (75%) e caminhabilidade (86%), enquanto 97% dos cidadãos declararam ser fácil andar de bicicleta por lá.

65 franquias baratas para empreender a partir de R$ 6 mil em 2022

11. Cidade do Cabo

De caminhadas na Floresta Newlands, Floresta Cecilia e Jardim Kirstenbosch, montanhas, danças, até praias e inúmeros bares e shows, é impossível ficar entediado em Cidade do Cabo — tanto que 93% dos moradores disseram votar na cidade pela variedade de atividades que ela tem a oferecer. A capital da África do Sul ficou em segundo lugar na categoria de cidade mais linda do mundo, com 93% dos votos, além de ser declarada como a cidade mais fácil onde se relaxar, com 87% dos votos.

12. Madrid

Madrid, na Espanha, foi aplaudida não só pela diversidade de atividades, mas também pela culinária esplêndida (94%) e arte e cultura (95%), o que não é surpresa considerando os museus de alto nível que a cidade tem a oferecer, como o Prado, Reina Sofía e Thyssen-Bornemisza. Além disso, 86% dos locais disseram que a vida noturna de Madrid é excelente, enquanto apenas 1% declarou a capital como entediante.

13. Manchester

Nesse ano, Manchester ficou em segundo lugar na categoria de cidade mais amigável do mundo, perdendo apenas para Glasgow. Com suas centenas de restaurantes e bares e novos bairros, como o Ancoats e Prestwich, a cidade no Reino Unido pode ser descrito não só como progressivo e resiliente, mas também como a cidade mais fácil onde se viver. Em 2023, a cidade será casa da Factory, o maior e mais emocionante novo local de artes da Europa.

14. Bombaim

Bombaim tem um senso de comunidade (81%) como nenhuma outra cidade, com seus cidadãos criando vínculos tanto em tempos de celebração, quanto de crises. A maior e mais importante cidade da Índia atrai visitantes de todo o mundo por sua culinária, e 89% dos habitantes classificaram a vida noturna de Bombaim como alta, tanto que foi categorizada como a terceira melhor do mundo inteiro.

15. Melbourne

Após dois anos de pandemia, Melbourne voltou com tudo: dezenas de restaurantes, festivais, exibições e bares abrindo a todo o momento, a ponto de cada canto da cidade estar iluminada. Tal fato reflete nos resultados da pesquisa, com 92% dos habitantes dizendo que a cena de comida e bebida da cidade australiana está atualmente excelente.

VEJA TAMBÉM:

Conheça os 100 melhores restaurantes do Brasil no ranking da EXAME Casual

Quando serão os debates para presidente? Veja as datas para as eleições 2022