Pop
Acompanhe:

Alec Baldwin: Conheça a carreira do ator que vai da comédia ao drama

Ator Alec Baldwin está no centro da tragédia no set de filmagens do filme 'Rust'.

Alec Baldwin: sua paródia de Donald Trump no Saturday Night Live (SNL) aumentou a audiência do programa (AFP/AFP Photo)

Alec Baldwin: sua paródia de Donald Trump no Saturday Night Live (SNL) aumentou a audiência do programa (AFP/AFP Photo)

D
Da redação, com agências

22 de outubro de 2021, 12h27

Carismático, o ator Alec Baldwin construiu uma carreira versátil em Hollywood, marcada por papéis que pareciam feitos sob medida para ele, como sua paródia de Donald Trump ou o diretor de televisão Jack Donaghy de "30 Rock".

Nesta quinta-feira, 22, o ator de 63 anos vive um drama pessoal ao ficar no centro de uma tragédia em um set de filmagem, após o disparo de uma arma cenográfica que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins durante a produção do filme "Rust".

O incidente aconteceu no Novo México, onde o filme de velho oeste era filmado. Halyna Hutchins, de 42 anos, foi ferida quando uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, produtor e ator, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé em um comunicado.
Hutchins foi levada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pelos médicos, afirma a nota.

O diretor do filme "Rust", Joel Souza, ficou ferido. Ele foi transportado de ambulância para um centro médico para receber atendimento. A atriz Frances Fisher, que está no elenco do longa-metragem, informou no Twitter que Souza já recebeu alta.

Quem é Alec Baldwin

Baldwin, nascido em 1958 e o mais velho dos quatro irmãos Baldwin - todos atores -, teve alguns papéis na televisão antes de conquistar a fama com a comédia "Beetlejuice" em 1988.  Com 63 anos, ele nasceu em Massapequa, New York e estreou na TV no início da década de 1980.

A sua versatilidade foi demonstrada com papéis em filmes diversos como "Caçada ao Outubro Vermelho", "Infiltrados", "Uma Secretária de Futuro" e "Uma Loira em Minha Vida", no qual atuou com Kim Bassinger, com quem foi casado durante uma década.

Em 2003, Baldwin foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho no filme "The Cooler - Quebrando a Banca".

Mas foi a comédia que rendeu muitos prêmios para Alec Baldwin. Ele recebeu 19 indicações ao Emmy e venceu o prêmio em duas oportunidades (2008 e 2009) como melhor ator de série de comédia por "30 Rock" .

Sua paródia de Donald Trump no Saturday Night Live (SNL) aumentou a audiência do programa e rendeu o terceiro Emmy de sua carreira a Baldwin em 2017.

Alguns quadros da imitação de Baldwin do ex-presidente americano têm mais de 20 milhões de visualizações no YouTube, tanto durante a campanha eleitoral como depois que Trump venceu a presidência.

A paródia irritou o republicano, que em dezembro de 2016 reclamou no Twitter que "não poderia ser pior" e "acredito que chegou o momento de nos livrarmos desde chato e nada divertido show".
"Fazer de Trump sua piada recorrente pode ter se tornado o grande marco de sua carreira", escreveu a revista Atlantic em maio.

alec-baldwin-como-trump

ALEC BALDWIN COMO TRUMP: dificuldade para encontrar algo de humano para interpretar o presidente dos EUA (NBC/Divulgação)

Nos últimos anos, Alec Baldwin teve muitos papéis coadjuvantes, mas com algumas interpretações elogiadas, como o marido de mulher com Alzheimer em "Para Sempre Alice" ou um golpista financeiro em "Blue Jasmine". Em 2018, ele participou do filme "Nasce uma estrela" interpretando ele mesmo. O ator quase participou do filme "Coringa" como o pai de Batman.

Além de várias peças na Broadway, Baldwin também é conhecido por seu caráter irascível e as brigas com os paparazzi. Em uma ocasião, ele proferiu insultos contra um fotógrafo que tentava fazer imagens de sua atual esposa Hilaria e sua filha pequena quando estavam em um veículo diante da casa.

Baldwin e Bassinger se separaram no ano 2000, o casal teve uma filha, Ireland, de 25 anos. Ele é casado desde 2012 com Hilaria Baldwin, com quem tem seis filhos, Lúcia com menos de um ano, Eduardo, de 1 anos, Romeo, 3, Leonardo, 4, Rafael, 5, e Carmen, 7.