Pop
Acompanhe:

10 anos de Porta dos Fundos: 'Marcas queriam nos contratar para falar mal das outras'

Antonio Tabet e o editor-chefe do Porta dos Fundos, Gustavo Martins, participaram do segundo dia do Unlock CCXP

 (Diego Padilha/ CCXP/Divulgação)

(Diego Padilha/ CCXP/Divulgação)

L
Luiza Vilela

30 de novembro de 2022, 13h29

A manhã de painéis do segundo (e último dia) do Unlock CCXP22 começou bem-humorada. Nesta quarta-feira, 30, o painel dedicado aos 10 anos do Porta dos Fundos trouxe um panorama da última década para o canal — e alguns 'spoilers' do que a marca pretende fazer em 2023.

No evento, Antonio Tabet, sócio fundador do canal; Ian SBF, roteirista; Bianca Goulart, gerente comercial; Rafael Fortes, vice-presidente de produção e conteúdo e Gustavo Martins, editor-chefe debateram a trajetória do canal até o ano atual e comentaram bastidores inéditos dos primeiros anos de produção.

TUDO SOBRE CCXP 2022: atrações, como chegar, dicas e programação

"Um detalhe engraçado para compartilhar é que a gente incluiu as marcas nos vídeos do Porta de uma maneira muito natural, até sem pretensões no início. Só que começou a rolar uma lenda urbana de que a gente tava ganhando muito dinheiro com isso e não era bem assim", iniciou Tabet. "Depois do sucesso do vídeo do Spoletto, que foi o primeiro case mesmo que escolhemos de marca, outras empresas começaram a entrar em contato pedindo vídeos para a gente falar mal das concorrentes", completa.

Os pedidos, negados é claro, foram se somatizando a ponto de fazer o Porta dos Fundos ir no caminho oposto: falar "mal" e em outros detalhes de marcas que os contratavam para tanto, sem a concorrência. E essa estratégia foi crescendo.

"A gente sempre fala que o Porta é muitas coisas, ele vai para muitos lugares, ele muda muito. Na publicidade a gente também faz, tudo muda bastante. No começo a gente tinha essa comunicação mais engraçada, hoje tentamos colocar uma publicidade mesmo, com cara de 'publi', mas de um jeito engraçado, sempre pensando no humor em primeiro lugar", acrescenta Ian SBF.

10 anos de expansão para levar o Porta dos Fundos mundo afora

Com expansão da marca, o que era antes um canal de Youtube se tornou uma plataforma de conteúdo — que chegou ao México, à Polônia e, em breve, aos Estados Unidos.

"É uma experiência muito legal tentar evoluir nessa relação. Nós temos uma franquia no México e na Polônia, o negócio está expandindo mesmo, há uma internacionalização das sketchs, pra gente manter também o nosso DNA", apontou Rafael Fortes.

Em várias pesquisas de mercado, os produtores perceberam que a expansão para outros países além do Brasil tinha que começar pela América Latina. E a escolha do México não foi por acaso.

"O mercado latino americano rejeita o sotaque do argentino, então escolhemos o México. Foi um ‘golasso’ para a gente, o nosso vídeo mais visto do Porta é em língua espanhola, para se ter ideia, maior até que o Brasil", comentou Gustavo Martins. "E agora a gente também deve ir para a língua inglesa, chegamos a ganhar um prêmio na Polônia. O mundo está ficando 'pequeno', se é que me entende".

CCXP 2022: veja os 'spoilers' que já sabemos da Spoiler Night

Mas, no começo, o sonho sequer alcançava tudo o que a marca conquistou hoje. Na verdade, o canal começou em uma "conversa de bar", sem muitas pretensões, uma discussão de como seria o humor na nova era da internet, em meados de 2010.

"O Porta nasceu quando eu procurei o Ian [SBF] e falei que tinha uns roteiros escritos, mas que queria filmar, eu queria um diretor talentoso. Era um ‘papo de carioca’, a gente falou por cima, acabou não rolando. Um tempo depois, teve um dia que eu enchi muito o saco dele pra fazer o 'CSI de Foz do Iguaçu' e aí surgiu, foi o embrião do Porta, mas eu não tinha ideia que em 5 anos a gente ia conquistar tanta coisa. Em 10 então, nem se fala", complementou Tabet.

Especial de Natal e programação do Porta dos Fundos na CCXP

A produção de Porta dos Fundos terá um novo filme no "Especial de Natal", que terá o primeiro teaser exibido ao vivo na Comic Con Experience de São Paulo, no próximo domingo, 4.

Esta será, de acordo com os produtores durante o Unlock, a primeira edição do especial sem a presença do personagem 'Jesus'. E a trama também se consagra como a primeira de terror, focada em uma história sobre o mito do Papai Noel.

O painel acontece no Palco Thunder by Cinemark, às 15h30, e terá a presença de Fabio Porchat, Antonio Tabet, Evelyn Castro e João Pimenta.

Quando começa a CCXP 2022?

Neste ano, a CCXP22 começa no dia 1 de dezembro, quinta-feira, e segue até o dia 4 do mesmo mês, domingo. O Unlock CCXP, evento de negócios da feira, será nos dias 29 e 30 de novembro — neste dia, de noite, também ocorre o Spoiler Night, com os "spoilers" do evento.

Quais são os artistas confirmados para a CCXP 2022?

A lista de confirmados à CCXP deste ano ainda seguem em atualização. Veja os artistas que já foram anunciados, divididos por estúdio:

  • Paris Filmes: Keanu Reeves (ator em "John Wick 4").
  • Netflix: Park Hmae-soo (ator em "Round Six" e "La Casa de Papel: Coreia") Vivienne Acheampong, Kirby Howell-Baptiste e Gwendoline Christie (atrizes em "Sandman"), Jenna Ortega (estrela de "Wandinha"), Noah Centineo (protagonista de "Recruta"), Sophia Brown e Laurence O'Fuarain (atrizes em "The Witcher: A Origem"), Jotappê, Christian Malheiros e Bruna Mascarenhas (atores em "Sintonia").
  • Disney +: Kevin Feige (CEO da Marvel Studios), Paul Rudd, Evangeline Lilly, Jhonatan Majors e Peyton Reed (atores e diretor em "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania"), Zoe Saldaña e Jon Landau (atriz e produtor de "Avatar: O Caminho da Água"), Denise Ream (produtora de "Elementos", da Pixar), Jon Favreau e Dave Filone (produtores de "The Mandalorian", da Lucasfilm).
  • HBO Max: Pedro Pascal (Joel), Bella Ramsey (Ellie), Gabriel Luna (Tommy Miller), Merle Dandridge (Marlene) e os co-criadores e produtores executivos Neil Druckmann e Craig Mazin da série "The Last of Us", que estreia em 2023.
  • Prime Vídeo: Ismael Cruz Córdova, Cynthia Addai-Robinson, Sara Zwangobani e Trystan Gravelle (atores em "O Senhor dos Anéis: Os Anéis do Poder"), Dónal Finn, Ceara Coveney e Kate Fleetwood (atores em "A Roda do Tempo"), Chlöe Grace Moretz e Lisa Joy (protagonista e produtora executiva de "Periféricos"), Michael Kelly e Betty Gabriel (atores de "Jack Ryan de Tom Clancy").
  • Paramount Pictures: os atores Chris Pine, Hugh Grant, Regé-Jean Page e Justice Smith, os diretores Jonathan Goldstein e John Francis Daley e o produtor Jeremy Latcham para promoção de “Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes”.
  • Paramount+: Rodrigo Santoro, Colton Haynes e Shelley Hennig (atores em "Teen Wolf").
  • Convidados da CCXP: John Rhys-Davies (ator em "O Senhor dos Anéis" e "Indiana Jones"), Alexander Ludwig (ator em "Vikings e "Jogos Vorazes"), Katherine ‘Kat’ McNamara (atriz e "Shadowhunters" e "Arrow"),  Jim Starling (criador do "Thanos"), Edgar Vivar ("Senhor Barriga" em "Chaves"), Ed Gama (humorista), Gaules (streamer), Vitão (cantor).

LEIA TAMBÉM: