Tembici, das bikes do Itaú, investe R$ 53 milhões para chegar à Colômbia

Projeto em Bogotá inclui 3.300 bicicletas, sendo 1.500 elétricas, e pelo menos 300 estações
 (Divulgação/Tembici)
(Divulgação/Tembici)
Por Mariana DesidérioPublicado em 22/02/2022 09:47 | Última atualização em 22/02/2022 09:50Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Tembici,  startup de mobilidade que opera as conhecidas bicicletas do Itaú está investindo 53 milhões de reais para implantação de seu sistema na cidade de Bogotá, na Colômbia.

Inscreva a sua startup no programa de potencialização do boostLAB, o hub de negócios para empresas tech do BTG Pactual

O investimento vem por conta de uma licitação vencida pela empresa no município. O projeto possui uma proposta inédita e contemplará 3.300 bicicletas, sendo 1.500 elétricas, e pelo menos 300 estações.

O sistema entrará em operação a partir do segundo semestre de 2022 e prevê ter todo o serviço de bicicletas e estações disponível em setembro.

“Temos a missão de transformar as cidades e a forma como as pessoas se deslocam e esse é mais um importante passo em direção a esse propósito”, disse Tomás Martins, CEO e co-fundador da Tembici.

A expansão para a capital colombiana está inserida em um momento de grande expansão para a startup. Em setembro de 2021, a Tembici recebeu aporte de 80 milhões de dólares (420 milhões de reais). O foco do investimento é ampliar sua atuação em novos países e cidades, expandir o número de bikes elétricas e investir na última milha de serviços de entrega, além de investimentos em tecnologia.

A Tembici está presente em cidades brasileiras como Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Recife, Porto Alegre e Brasília, além de Santiago, no Chile, e Buenos Aires, na Argentina e é responsável por mais de 60 milhões de deslocamentos com bicicletas.