Sem burocracia: startup quer acelerar processo de legalização de empresas 

A Company Hero acaba de anunciar uma plataforma única no Brasil, voltada para contadores e advogados; em quatro anos, legaltech já ajudou mais de 15 mil empresas
 (CompanyHero/Divulgação)
(CompanyHero/Divulgação)
Por Laura PanciniPublicado em 23/03/2022 07:00 | Última atualização em 23/03/2022 17:04Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Segundo dados revelados pela Global Business Complexity Index (Índice Global de Complexidade Corporativa) no ano passado, o Brasil é a região mais burocrática do mundo para fazer negócios. Mas, uma coisa é certa: onde existem problemas, também existem pessoas buscando a solução. A Company Hero é uma legaltech que já ajudou a simplificar a formalização de mais de 15 mil empresas no Brasil em quatro anos.

Hoje, a startup anuncia o lançamento de uma plataforma digital voltada para contadores e advogados, que busca simplificar ainda mais o processo de legalização de empresas no país. O serviço é primeiro e único no Brasil, reunindo todos os serviços e etapas necessárias para abrir, regularizar, encerrar e proteger negócios. 

A Company Hero foi fundada em meio à crise econômica de 2016 pelo húngaro Miklos Grof e o chileno Diego Izquierdo, que sentiram na pele a alta complexidade tributária e legal no Brasil. Quase seis anos depois, a startup já ajudou mais de 15 mil empresas e autônomos e mais de 1 mil escritórios de contabilidade e advocacia em todo o país. 

O chileno Diego Izquierdo (esquerda) e o húngaro Miklos Grof (direita), fundadores da CompanyHero

O chileno Diego Izquierdo (esquerda) e o húngaro Miklos Grof (direita), fundadores da CompanyHero (CompanyHero/Divulgação)

“Temos cada vez mais escritórios de contabilidade e advocacia investindo em ferramentas e tecnologia para garantir agilidade, transparência e eficiência na comunicação e na experiência que oferecem aos clientes”, disse Grof.

Plataforma simplificada para contadores e advogados 

Desde 2021 a empresa tem desenvolvido integrações com portais e sistemas de órgãos públicos municipais, estaduais e federais para atender escritórios nacionalmente. Por meio de bots, APIs e crawlers, a plataforma remove gargalos causados por erros e lentidão humana que atrasam a formalização de empresas. 

Agora, a Company Hero anuncia o lançamento da plataforma PaaS, conhecida como Paralegal-As-A-Service. O serviço reúne tecnologia e um time de especialistas com o objetivo de proporcionar aos escritórios de contabilidade e advocacia uma experiência simples e rápida para gerenciar as demandas de legalização.  

Em menos de 24h e com poucas etapas, um escritório contábil ou jurídico pode iniciar e acompanhar um processo de abertura, alteração ou encerramento de empresa; ativar um endereço fiscal; acessar documentos como IPTU, contratos sociais, certidões das empresas, registro de marca e outros serviços paralegais para atender os clientes com mais agilidade.

 “Ao utilizar nossa plataforma, os escritórios se tornam mais competitivos, tanto pela oportunidade de zerar custos nos processos de legalização, quanto por ampliar sua cobertura para todos os estados, sem precisar ampliar ou sobrecarregar o time do escritório. E, ainda mais importante, ganham tempo para focar no resultado mais valioso para o negócio: a conquista e fidelização de clientes”, pontua o executivo. 

Para colaborar com o alcance e desenvolvimento da plataforma, a Company Hero pretende contar ainda com o suporte de uma rodada de investimentos ao longo de 2022. Além disso, a injeção de capital irá auxiliar na expansão do alcance nacional da empresa, que pretende contar com endereços fiscais em todos os estados do país até o fim do ano - hoje o serviço está disponível em 21 regiões e 13 estados. 

 “Atingimos o marco de aumentar nosso número de clientes assinantes em mais de três vezes nos últimos dois anos, mesmo com os impactos da pandemia'', ressalta Grof. Para o executivo, os números são reflexo da crescente demanda e formalização de novas empresas, e, consequentemente, da busca por inovações que facilitem a jornada de um negócio no país.  

Até o fim deste ano, a legaltech pretende atender 300 escritórios de contabilidade e advocacia e destravar mais de 5 mil processos paralegais nas capitais e principais regiões metropolitanas do país, além de formalizar mais de 15 mil novas empresas. A startup também pretende aumentar o quadro de funcionários em mais de 100%, chegando à marca de 200 colaboradores. 

 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.