SoftBank faz parceria com Valor Capital para investimentos na AL

A Valor Capital tem US$ 300 milhões investidos em 37 empresas brasileiras e companhias americanas que desejam crescer na região

O SoftBank Group está formando uma parceria com a Valor Capital Group em busca de novos investimentos na América Latina.

Na semana passada, o SoftBank havia anunciado um investimento de US$ 300 milhões na startup brasileira Gympass, que também é apoiada pela Valor Capital. E mais negócios estão a caminho.

“Nosso principal objetivo é criar valor e impacto junto investindo nos melhores empreendedores e empresas no Brasil e na América Latina”, disse Scott Sobel, co-fundador da Valor Capital, em entrevista no escritório da empresa em São Paulo. “Nós também ajudaremos as empresas apoiadas pelo SoftBank que estão fora do Brasil a entrar nos mercados locais.”

A Valor Capital tem US$ 300 milhões investidos em 37 empresas brasileiras e companhias americanas que desejam crescer na região. Entre as suas apostas mais conhecidas estão a empresa de pagamentos StoneCo, que fez sua oferta pública inicial no ano passado, e a CargoX, uma empresa estilo Uber que conecta os caminhoneiros com as empresas que precisam dos serviços deles. Outros investimentos incluem Guiabolso Financias Pessoais e Passei Direto.

A Valor Capital também liderou uma injeção de US$ 20 milhões na startup brasileira de tecnologia de localização dentro de espaços fechados In Loco.

Em março, o SoftBank anunciou o lançamento de um fundo de US$ 5 bilhões focado em tecnologia na América Latina e chefiado pelo diretor operacional Marcelo Claure. “Nossos times estão trabalhando juntos para apoiar empreendedores extraordinários de startups e scale-ups”, segundo Claure.

A Valor Capital foi fundada em 2011 por Scott e seu pai Clifford Sobel, um ex-embaixador dos EUA no Brasil. A empresa tem escritórios em São Paulo, Nova York e Vale do Silício.

Investidores globais de venture capital colocaram US$ 2,2 bilhões em startups na região no ano passado, mais do que o dobro do total de 2017, segundo a empresa de dados PitchBook. Neste ano, os investidores estão a caminho de superar o número de 2018.

“Vimos o mercado crescer e amadurecer dramaticamente ao longo dos últimos cinco anos no Brasil”, disse Sobel. “Mas ainda acreditamos que há muito mais espaço para capital institucional entrar no país.”

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.