• AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
  • AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
Abra sua conta no BTG

Com R$ 50 mi em caixa, SMZTO, de franquias, está de olho em startups

Holding de franquias liderada pela família Semenzato anunciou primeiro investimento em um esforço para digitalizar o setor de franchising do país
José Carlos Semenzato, fundador da SMZTO: private equity vai investir em startups nos próximos anos (Exame/Germano Luders)
José Carlos Semenzato, fundador da SMZTO: private equity vai investir em startups nos próximos anos (Exame/Germano Luders)
Por Maria Clara DiasPublicado em 03/12/2021 12:00 | Última atualização em 02/12/2021 19:17Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A SMZTO, holding de franquias, está com apetite para investimentos em startups. Nesta sexta-feira, 3, o private equity anunciou o primeiro de uma série de investimentos e aquisições de participações societárias em pequenas empresas de tecnologia. A escolhida foi a empresa de gestão e comunicação Yungas.

A inovação pode alavancar o seu negócio. Descubra o passo a passo para colocá-la em prática.

O propósito da Yungas é digitalizar o dia a dia operacional de empresas, em especial de redes de franquia. Para isso, criou um sistema de gestão e comunicação que facilita a criação e acompanhamento de metas e faz a conexão entre grandes redes de franquia e seus franqueados, ou seja, os empreendedores por trás de cada unidade.

A startup já fazia isso com boa parte das unidades franqueadas que pertencem ao grupo SMZTO. Com o capital da holding, a ideia é atingir 100% da base, de acordo com Guilherme Ritz, CEO da Yungas.

Segundo o empreendedor, a oportunidade de mercado para a Yungas era inegável. O contato com alguns empreendedores à frente de franquias levou à conclusão de que não existia uma ferramenta capaz de reunir todas as comunicações feitas em diferentes plataformas, bem como uma ferramenta de gestão que ajudasse essas redes a manter os padrões de serviço — algo típico desse universo.

"Vimos muitos empreendedores que já tinham uma ferramenta gestão, mas que não se adaptava para um momento de expansão para um modelo de franquias", diz.

Com o ERP da Yungas, os franqueados passam a ter uma série de indicadores de produtividade da equipe, de comunicação (como a velocidade de resposta das demandas recebidas de consumidores por franqueados) e também de cumprimento dos padrões estabelecidos pela rede.

Com todo o arcabouço tecnológico, os empreendedores podem ter tempo de ser ainda mais estratégicos, diz Ritz. “A tecnologia vai suprir essas necessidades mais essenciais e básicas, principalmente entre os multifranqueados".

Novas compras

A Yungas é a primeira empresa a ganhar consolidar o desejo da holding de Semenzato de investir pelo menos 50 milhões de reais em startups nos próximos dois ou três anos.

O racional por trás do novo investimento está em poder abrir o horizonte para novas tecnologias e parcerias que possam acelerar o desenvolvimento das mais de 3.000 lojas da SMZTO, afirma Bruno Semenzato, CEO da holding. “Queremos construir a melhor experiência que um franqueado possa ter no mercado”, diz. "Olhar para startups engajadas na transformação digital com o uso de tecnologia é um caminho para isso".

Para chegar a esse resultado, em um primeiro momento, serão oferecidas algumas ferramentas que podem ajudar esses empreendedores — e Yungas é uma delas.

Com o tempo, a intenção é tornar a empresa de private equity em uma grande plataforma capaz de resolver todos os percalços do dia a dia operacional de franquias. “Nosso sonho é ser um super app que concentre todas as ferramentas possíveis”, diz Semenzato.

No radar, estão novos investimentos em startups ligadas a três principais pilares: soluções financeiras, marketplaces (empresas que possam ajudar na criação do zero de uma central de compras digital para o franqueado) e marketing, com criação de soluções que possam automatizar ainda mais a compra de mídias digitais.

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.