Pet shop online Petlove recebe R$ 250 milhões do Softbank

Empresa brasileira anunciou o investimento nesta terça-feira; capital será usado para expandir o investimento em tecnologia e acelerar as vendas online
 (Petlove/Divulgação)
(Petlove/Divulgação)
Por Da Redação, com ReutersPublicado em 07/04/2020 14:49 | Última atualização em 07/04/2020 14:49Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O pet shop online Petlove anunciou nesta terça-feira 7 ter fechado um acordo com o conglomerado japonês Softbank para receber um investimento de 250 milhões de reais do fundo da América Latina do grupo. O fundador e presidente da empresa, Marcio Waldman, afirmou em comunicado que o investimento vai acelerar o crescimento da companhia em meio ao aumento da demanda por serviços contratados online disparada pela pandemia de coronavírus.

A Petlove já havia recebido um investimento, em 2011, dos fundos Kaszek e Monashees. Em 2019, a empresa de private equity Tarpon entrou na sociedade, o que permitiu consolidar o programa de assinaturas de produtos para animais de estimação da empresa. Com o investimento do Softbank, o objetivo da empresa é se transformar na principal plataforma tecnológica do setor.

“Esse investimento ajudará a acelerar o crescimento da Petlove e tornará nossa oferta de produtos, serviços e conteúdos ainda mais completa e conveniente, possibilitando que sigamos na nossa missão de tornar os animais de estimação mais felizes e saudáveis”, afirma Waldman, em nota.

O capital deve ser investido principalmente na área de tecnologia da empresa, para atender melhor os donos de animais, veterinários e prestadores de serviço. De acordo com Waldman, a crise causada pelo coronavírus impulsionou as vendas da empresa não só para donos de pets, mas também para lojas e clínicas veterinárias de bairro. "SoftBank é um investidor estratégico para nossa nova fase de incremento tecnológico porque participou deste movimento em outros setores e porque valoriza a tecnologia como uma forma de transformar mercados", diz Waldman.

Para o Softbank, investir no segmento pet brasileiro é lógico. Em 2019, segundo a Euromonitor, mercado de animais de estimação faturou 24 bilhões de reais, tornando-se um dos três maiores mercados globais do segmento no mundo. “O canal online ainda representa apenas 3,8% do total de vendas de suprimentos para animais de estimação no Brasil, mas é o que mais cresce; nos Estados Unidos, ultrapassa 18%”, afirma Paulo Passoni, sócio-gerente da SoftBank, em comunicado.

Softbank e Tarpon também irão apoiar aquisições adicionais no setor pela Petlove. A empresa, em setembro de 2019, adquiriu o aplicativo veterinário Vet Smart. “Foi um primeiro passo fundamental para criar uma plataforma multicanal, que beneficiará donos de animais de estimação e médicos veterinários”, diz Waldman.