Marketplace Consulta Remédios compra plataforma de prescrição por R$ 5 mi

O objetivo da plataforma para 2022 é dobrar o número de prescrições digitais; hoje ela conta com aproximadamente 71 mil cadastros
 (Consulta Remédios/Divulgação)
(Consulta Remédios/Divulgação)
M
Mariana Desidério

Publicado em 14/02/2022 às 16:29.

Última atualização em 15/02/2022 às 09:58.

O marketplace de saúde e cuidado pessoal Consulta Remédios acaba de adquirir a plataforma de prescrição eletrônica Receita Digital, por R$ 5 milhões. O movimento representa mais um passo da companhia em direção ao objetivo de oferecer uma experiência completa para pacientes, médicos e dentistas, a partir de um ecossistema de saúde.

Inscreva sua startup no programa de potencialização do boostLAB, o hub de negócios para empresas tech do BTG Pactual

O objetivo da plataforma para 2022 é dobrar o número de prescrições digitais — o volume de emissões já cresceu 870% em 2021. Hoje a plataforma conta com aproximadamente 71 mil cadastros.

A Consulta Remédios tem a meta de conectar drogarias e farmácias aos usuários, possibilitando busca por informações, comparação de preços e economia na compra de produtos de saúde. Com a aquisição da Receita Digital, o objetivo é que todos os clientes que receberem uma receita médica pela plataforma possam usar o serviço da Consulta Remédios para economizar tempo e dinheiro.

O paciente também tem acesso a uma área que concentra todo seu histórico médico, com a centralização de suas prescrições de medicamentos, pedidos de exames e atestados médicos, facilitando a gestão dos seus documentos.

Criada em 2000, a Consulta Remédio recebe hoje mais de 30 milhões de usuários únicos por mês. Com a aquisição da Receita Digital, a meta é acabar com dificuldades como deslocamentos para renovar receitas ou atualizar o tratamento, dificuldade em entender a grafia do médico, e a necessidade de uso de papéis na ida ao consultório ou à farmácia.