As 7 maiores dificuldades em empreender e como lidar com elas

Prever os desafios clássicos e constantes de empreender no Brasil pode colocar a sua empresa à frente das demais; entenda como é possível contorná-los
O empreendedorismo no Brasil vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos. Para a maioria dos empreendedores brasileiros, a trajetória das pequenas e médias empresas (PMEs) é marcada por 7 grandes dificuldades (Divulgação/Thinkstock)
O empreendedorismo no Brasil vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos. Para a maioria dos empreendedores brasileiros, a trajetória das pequenas e médias empresas (PMEs) é marcada por 7 grandes dificuldades (Divulgação/Thinkstock)
T
Thais CancianPublicado em 28/04/2022 às 10:00.

O empreendedorismo no Brasil vem crescendo de forma acelerada nos últimos anos. Só em 2021, houve um aumento expressivo no número de empreendedores brasileiros nos mais diversos segmentos e atividades econômicas. Neste mesmo ano, um relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) revelou que começar a empreender se tornou o segundo maior sonho do cidadão brasileiro, atrás apenas de viajar.

Fato é que, ao longo da sua trajetória, os empreendedores enfrentam inúmeras dificuldades. Para muitos deles, elas se tornaram ainda mais latentes durante o complexo período de pandemia. No momento atual, porém, com o progresso acelerado da vacinação e uma baixa nos casos de covid-19, pode-se até dizer que estes profissionais têm dado boas-vindas a uma “nova normalidade”.

Mas, se você está chegando agora neste universo, ou tem intenção de começar em breve, não se engane: mesmo em meio ao novo cenário, ainda existem alguns desafios clássicos e constantes, com os quais a maioria dos pequenos e médios empreendedores (PMEs) acabam se deparando em algum momento da sua jornada.

Ranking Negócios em Expansão: inscreva a sua empresa gratuitamente e figure entre as maiores PMEs do atual cenário empreendedor brasileiro

Para te apoiar nessa trajetória, reunimos a seguir as 7 maiores dificuldades de empreender e como é possível lidar com cada uma delas. Assim, você já consegue prever alguns dos desafios que virão ao longo do caminho e procurar as melhores formas de superá-los:

1. Inovação

Para muitos empreendedores, o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores é o maior desafio do empreendedorismo. Criar algo exclusivo, que atenda a uma demanda do mercado, desperte o desejo de compra de potenciais clientes e ainda ofereça um diferencial, realmente, não é uma tarefa fácil.

Nesse caso, é recomendado pesquisar a fundo o mercado do seu segmento de atuação, analisar tendências e concorrentes, aderir a novos modelos de negócio e procurar trabalhar a sua criatividade com ousadia e com um olhar mais “fora da caixa”.

2. Capital

Comprar recursos, pagar fornecedores, despesas administrativas… No Brasil, o acesso a crédito para PMEs ainda é escasso e desafiador. E com a inflação elevada nos últimos tempos, os custos da empresa podem acabar aumentando acima da sua receita.

Nessa situação, é imprescindível criar um bom plano de negócios. Ele é o documento que vai formalizar todo o seu planejamento empresarial, definindo objetivos, diretrizes, metas, análise de mercado, estratégias e planos de marketing, finanças e operacional. É essencial para provar o potencial da sua empresa e abrir novas possibilidades de crédito para o início da sua jornada.

3. Marketing

Com a empresa aberta e com o produto ou serviço já definido, como alcançar seu público-alvo e começar a vender? Para isso, é importante fazer um investimento em marketing que seja certeiro e bem planejado. Existem muitas estratégias possíveis, o desafio é escolher aquela que melhor se adequa ao seu negócio. 

Especialmente durante a pandemia, muitas empresas se digitalizaram e passaram a investir mais a fundo no marketing digital, que conta com um amplo leque de ferramentas e está bastante em alta no mercado atual. Com boas estratégias, você pode chegar a resultados interessantes sem precisar investir muito.

Se preferir, procure ajuda especializada quando se trata de marketing. Tenha em mente que o investimento correto nessa área pode fazer toda a diferença para as finanças do seu empreendimento!

Negócios em Expansão: inscrições abertas e gratuitas para posicionar e reconhecer a sua PME no ranking mais prestigiado do empreendedorismo brasileiro

4. Burocracia

O Brasil é um dos países mais burocráticos quando o assunto é abertura e manutenção de empresas. São processos lentos que exigem muita papelada, como formulários, entrada de documentos para CNPJ, CNAE, comprovante de inscrição e de situação cadastral, entre tantos outros. Isso sem contar as diferentes regras na contratação de mão de obra.

Para começar bem, é indicado contar com o trabalho de uma consultoria de contabilidade, presencial ou virtual, que possa te auxiliar, pelo menos, nesses processos iniciais, ou também em outras necessidades burocráticas, como legalizações em geral e emissão de certificado digital, por exemplo.

5. Carga tributária

Há quem diga que a elevada carga tributária brasileira é o maior pesadelo para os empreendedores do país. Dependendo do tipo de produto ou serviço oferecido, os impostos chegam a percentuais que podem prejudicar muito o crescimento de um novo negócio.

Por isso, é recomendado contratar um contador de confiança, ou uma consultoria contábil, antes mesmo de abrir seu CNPJ. Com o apoio desses especialistas, fica mais fácil enquadrar a sua empresa dentro de algum regime tributário mais leve, que ofereça certo alívio financeiro.

6. Concorrência

Muitas pessoas desanimam de empreender por conta da concorrência acirrada que já existe no mercado. De fato, é um ambiente bastante competitivo, o que torna a entrada de novos empreendedores ainda mais desafiadora.

Mas isso não quer dizer que não haja espaço para mais ninguém. Para despontar, é preciso que as empresas saibam se adaptar e aproveitar as oportunidades e tendências que surgirem, tanto nos cenários mais prósperos, quanto nos mais complicados, além de apresentarem um diferencial forte e atrativo para os seus nichos.

7. Gestão de pessoas

Pessoas são consideradas o maior ativo que uma empresa pode ter. Uma equipe de colaboradores satisfeitos, felizes e motivados impulsiona os resultados do negócio.

Desenvolva uma política de gestão de pessoas que carregue os propósitos da empresa, seja humanizada e competitiva para o mercado, detalhando regras para recrutamento e seleção, onboarding de novos colaboradores, planos de carreira, salários e benefícios, trilhas de aprendizagem, processos de feedback, etc.

A formação de lideranças também é um ponto fundamental para qualquer negócio. Sem bons líderes conduzindo as suas respectivas equipes e pensando a evolução do negócio constantemente, a empresa eventualmente acabará estagnada. Para elevar o negócio a um novo patamar, é essencial que os líderes promovam uma cultura empresarial alinhada à estratégia - e essa cultura deve ser construída junto aos demais colaboradores.

Inscreva de graça a sua empresa no Ranking EXAME Negócios em Expansão 2022 e conquiste uma vantagem competitiva para o seu nicho de atuação

Ranking Negócios em Expansão: oportunidade vantajosa para posicionar o seu negócio no mercado

Até o dia 30 de abril de 2022, estão abertas as inscrições gratuitas para o Ranking EXAME Negócios em Expansão 2022, um anuário dos negócios que tiveram maior expansão em vendas e conquistaram mais mercados nos últimos anos.

Em sua edição inaugural, o ranking é uma realização da EXAME junto ao BTG Pactual, com o suporte técnico da PwC Brasil, e representa uma iniciativa de fomento ao cenário empreendedor nacional. Visa a trazer visibilidade e reconhecimento às PMEs que mais cresceram em vendas entre 2020 e 2021 no país.

Para realizar a inscrição da sua empresa, é preciso acessar o site oficial do projeto, preencher um formulário de cadastro de dados e enviar as suas demonstrações contábeis referentes ao ano de 2021. São elegíveis grupos econômicos ou empresas privadas com sede no Brasil e que apresentarem receita líquida anual entre 2 milhões e 300 milhões de reais.

A ordem de classificação no ranking será definida a partir das empresas ou grupos econômicos que apresentarem o maior crescimento de receita líquida anual entre 2021 e 2020, nas suas respectivas categorias. A lista oficial será publicada em uma edição especial da revista EXAME.

A distinção no ranking é considerada um diferencial competitivo muito atraente às empresas vencedoras. Trata-se de uma oportunidade de estabelecer a sua PME como um player importante no mercado, mesmo diante das ofertas das grandes empresas e multinacionais.

Como uma PME que figura no topo do Ranking EXAME Negócios em Expansão, a empresa tem em mãos uma poderosa ferramenta de diferenciação, negociação e posicionamento frente aos seus compradores, à imprensa e a possíveis investidores interessados em companhias de alto crescimento.

Acesse o site oficial da premiação para começar a inscrição da sua empresa e consulte mais informações e detalhes sobre o ranking