AFS Capital, nova sócia do BTG, contrata ‘Bob’ Carline e Tomadon

A meta da AFS é atingir R$ 1 bilhão sob gestão em menos de um ano
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
Por BloombergPublicado em 23/06/2021 13:28 | Última atualização em 23/06/2021 13:28Tempo de Leitura: 1 min de leitura

Por Cristiane Lucchesi, da Bloomberg

A AFS Capital, escritório de assessoria de investimentos que acaba de nascer e se associar ao Banco BTG Pactual, já está contratando.

Roberto “Bob“ Carline assume a área de soluções de investimento da AFS, e vai estruturar carteiras específicas para cada investidor, principalmente do segmento de gestão de fortunas, enquanto Mario Tomadon será o chefe de renda variável. A meta da AFS é atingir R$ 1 bilhão sob gestão em menos de um ano.

A AFS nasceu no dia 4 de junho, após João Paulo Luque deixar a High Capital Investimentos, ligada à XP, com alguns de seus sócios. Tomadon trabalhou com Luque, hoje presidente da AFS, na High Capital, e também teve passagens pelo Merrill Lynch e BRZ Investimentos. Bob Carline trabalhou na área de gestão de fortunas do HSBC e do Bradesco.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.