2 franquias são abertas por hora no Brasil; veja setores mais promissores

Pesquisa divulgada pela consultoria Rizzo Frnachise destaca as áreas que devem lucrar mais com franquias neste ano

São Paulo – As franquias aumentaram sua participação no mercado brasileiro em 2011 e passaram a representar 8% do Produto Interno Bruto Nacional (PIB) – o faturamento foi de 286 bilhões de reais, segundo pesquisa realizada consultoria Rizzo Franchise.

O resultado é diferente do divulgado semana passada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), de acordo com o qual, o setor de franquias faturou 88 bilhões de reais no último ano. A diferença se deve à metodologia das pesquisas: enquanto a ABF considera apenas as associadas, a Rizzo Franchising avalia todo o setor.

De acordo com o levantamento da consultoria, cada brasileiro deixou 0,51 centavos nos caixas das franquias por hora em 2011. A pesquisa destaca, ainda, a geração de 266 mil novos empregos diretos – um crescimento de 16% na comparação com 2010 – e o emprego de cerca de 2 milhões de pessoas. Em 2011, 19 mil novas unidades de franquias foram abertas – o que corresponde a 53 franquias por dia ou 2 por hora – e 284 empresas entraram para o franchising.

A área de negócios e serviços é responsável pelo maior crescimento, com mais de 5 mil novas unidades. Para 2012, o estudo que mede a participação do franchising no Brasil estima que o setor de fast food deva sair na frente. Saúde e beleza também deve se destacar neste ano, seguido pelas áreas automotiva e de alimentação especializada. Clique nas fotos para ver os setores mais promissores para as franquias.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.