PME

15 franquias baratas para cidades pequenas e médias

Cidades pequenas e médias têm atraído redes que desejam expandir com formatos de franquias mais enxutos, como as microfranquias. EXAME selecionou uma lista de franquias para investir fora dos grandes centros por até R$ 150 mil.

Por Luciana Lima
Publicado em 21/04/2022 09:57
Última atualização em 25/04/2022 10:36

Tempo de Leitura: 8 min de leitura

Com a pandemia e a alta do desemprego houve um aumento na procura por microfranquias, conhecidas por serem franquias mais baratas, com valores de investimento de até R$ 105 mil reais. Atualmente, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), existem 562 redes de microfranquia no país, sendo 63% com foco somente no modelo e 37% mistas (que contam também com o formato tradicional).

Últimos dias – Garanta o seu lugar entre as melhores do Brasil, entre no Ranking Negócios em Expansão 2022

Uma das estratégias de expansão das microfranquias é a interiorização, tendência que já vinha ganhando força no setor nos últimos anos. Isso porque o baixo custo da opção não se torna uma problema em cidades com menos demanda.

Fora isso, os municípios menores também atraem por terem menos concorrência e preços de imóveis mais baixos em comparação aos grandes centros. Um estudo da ABF mostra que já em 2018, 11 das cidades que mais inauguraram franquias não eram capitais.

“As microfranquias são tanto uma oportunidade de ter o próprio negócio para empreendedores com menor capital para investimento, quanto uma alternativa de diversificar os negócios e atender diferentes perfis de mercado, inclusive fora dos grandes centros, por parte das redes", diz Adriana Auriemo, diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos da ABF.

Qual a diferença entre uma microfranquia e uma franquia tradicional?

A única diferença da microfranquia em relação às franquias tradicionais é o investimento. Para determinar o valor, a ABF utiliza como padrão a quantia de três vezes o PIB anual per capita (Produto Interno Bruto anual médio por habitante do país), além da inflação. De resto, as microfranquias são exatamente iguais e precisam seguir as mesmas regras de uma franquia tradicional, com entrega de circular de oferta, suporte e treinamento por parte das franqueadoras.

E, embora muitas microfranquias operem no formato home based, sem a necessidade de ponto comercial ou estoque, isso não é obrigatório e algumas microfranquias também contarão com lojas ou sedes físicas.

VEJA TAMBÉM

12 franquias de cafeterias para conhecer e investir no Dia Mundial do Café

15 franquias para abrir sem sair de casa a partir de R$ 1 mil

Pensando em quem tem pouca grana para investir e procura um negócio fora dos grandes centros, EXAME selecionou opções de franquias e microfranquias para cidades pequenas e médias, de até 500 mil habitantes.

Antes de fazer as malas, é importante estudar o mercado e conversar com outros franqueados. Também é interessante estudar o potencial de consumo da região e ter uma reserva financeira de até duas vezes o valor inicial da franquia.  As informações a seguir foram fornecidas pelas próprias franqueadoras.

Confira, a seguir, 15 franquias baratas para cidades pequenas e médias:

1. SuperGeeks

Fundada em 2014, a SuperGeeks é uma escola de Programação e Robótica (Ciência da Computação) para crianças e adolescentes do Brasil. Seu principal objetivo é ensinar de maneira divertida e criativa crianças e adolescentes a criarem tecnologias, estimulando também a formação de programadores e de uma geração de criadores de tecnologia e não apenas consumidores. O modelo home based é voltado para cidades de até 250 mil habitantes, mediante aprovação da matriz.

Investimento inicial total: R$ 14 mil.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 12 meses.

2. Monitorias Reforço Escolar

A Monitorias Reforço Escolar oferece reforço escolar e aulas particulares por meio de uma plataforma online que reúne mais de 7 mil professores parceiros cadastrados em sua base.

Criada em 2014, a empresa entrou para o mercado de franquias em 2020 e conta com mais de 50 unidades, espalhadas por vários estados do Brasil.

Investimento inicial: R$ 7.99 mil (para cidades até 50 mil habitantes)

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): seis a oito meses

3. Açougue Vegano

Uma das primeiras rede de restaurantes veganos do Brasil, o Açougue Vegano oferece receitas premiadas, como a coxinha de jaca. A rede tem três modalidade de negócios, sendo a Pocket indicada para cidades com até 150 mil habitantes.

Investimento inicial total: R$ 150 mil.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 18 a 36 meses

4. Prospecta Obras

Fundada em 2008, a rede é uma solução que entrega informações sobre construções civis em andamento em todo o Brasil, reduzindo custos e otimizando o trabalho de lojistas e indústrias do setor. Em 2014, entrou para o ramo de franquias e, desde então, acumula 92 franquias distribuídas em mais de 70 cidades de todo o país. Com modelo de negócios home based, o foco são cidades médias, com 500 mil habitantes.

Investimento inicial total: de R$ 50 mil

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 6 meses

5. SPA Express

A SPA Express é uma microfranquia de saúde e beleza em domicílio. Entre os serviços oferecidos estão massagens, limpeza de pele e drenagem linfáticas. Com 46 unidades franqueadas, em 2021 a rede faturou R$ 4,5 milhões. Com modelo de negócio home based, o foco são cidades abaixo de 300 mil habitantes

Investimento inicial total: a partir de R$ 37.335,00

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora):  10 a 12 meses

6. Home Sushi Home

Rede especializada em delivery de comida japonesa, a Home Sushi Home foi criada no ano de 2016, em João Pessoa (PB). Atuando apenas na modalidade dark kitchen, a rede possui mais de 70 unidades espalhadas pelo Brasil e tem a proposta de entregar na casa do cliente receitas premium da gastronomia oriental. O modelo dark kitchen é voltado para cidade menores, de até 500 mil habitantes.

Investimento inicial total: R$ 140 mil

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 12 a 20 meses.

7. Best Gourmet

Criado em 2015, o Best Gourmet Club é um aplicativo que oferece um clube de assinatura para descontos em restaurantes. Em 2020 a marca entrou para o mercado de franquias, com o modelo home based, com foco em cidades com mais de 100 mil habitantes. Atualmente, a Best Gourmet tem mais de 900 restaurantes parceiros e 30 mil assinaturas.

Investimento inicial: R$ 26.800 mil

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): seis a 14 meses

8. Papa Delivery

Presente nos estados de São Paulo, Goiás e Bahia, o Papa Delivery é um aplicativo de entrega de tudo. A plataforma conta com três modelos de negócio: lojista, executivo e licenciado. O investimento inicial para licenciados é a partir de R$ 15.900 para cidades de até 100 mil habitantes. A marca faz parte da CG Holding, empresa com mais de 300 franquias e licenças em todo Brasil.

Investimento inicial total: R$ 15.900

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 12 meses

9. Bebidas Online

O Bebidas Online é um aplicativo de bebidas que intermedeia a entrega de bebidas e artigos de conveniência entre o consumidor final e usuário e distribuidoras. Criada em 2019, a empresa entrou para o segmento de franquias em 2020 e, até o momento, conta com 140 franqueadas.

Investimento inicial: R$ 19,9 mil (até 100 mil habitantes).

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 12 meses.

10. Mania de Passar

Microfranquia de passadoria de roupa. A rede atua no formato home based com o sistema “Leva e Traz”. O cliente contrata o serviço por assinatura mensal, ou seja, semanalmente o franqueado busca as roupas limpas na casa do cliente, faz toda conferência, higienização, passadoria e embalagem. Conta com 66 unidades espalhadas pelo Brasil.

Investimento inicial: R$ 14.800 para cidades até 50 mil habitantes.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 6 a 9 meses.

11. Omie

Fundada em 2013 por Marcelo Lombardo e Rafael Olmos, a Omie é ancorada em três pilares: gestão por meio do software; educação, com a Omie Academy e finanças, com acesso a serviços financeiros com conta digital. O modelo de microfranquia será a grande aposta da Omie para a expansão de 2022.

Investimento inicial total: R$ 14 mil.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): em até 6 meses.

12. Maria Brasileira

Fundada em 2013, por Felipe Buranello e Eduardo Pirré, a  Maria Brasileira é uma rede de franquias de limpeza residencial. Com um faturamento de R$ 105 milhões em 2021, a companhia encerrou o ano presente em 355 cidades, de 25 estados, mais o Distrito Federal, com 415 unidades franqueadas. Foram 78 unidades abertas em 2021, um aumento de 23% em relação a 2020.

Investimento inicial total: R$ 46.600 (cidades de até 50 mil habitantes)
Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): 14 meses.

13. Emagrecentro

Rede de franquias de emagrecimento e estética corporal, a Emagrecentro conta com 250 unidades em todo Brasil. Com 36 anos no mercado, a rede já atendeu mais de 3 milhões de clientes e conta com 250 unidades em 23 estados brasileiros.

Investimento inicial total: R$ 100 mil (para cidades a partir de 30 mil habitantes).

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): De 06  a 12 meses

14. PremiaPão

Especializada na comercialização de publicidade em sacos de pão que conecta marcas diretamente ao público-alvo, a rede com atuação home based e, recentemente, lançou um modelo de franquias para cidade de até 50 mil habitantes.

Investimento inicial total: a partir de R$ 6 mil.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora): de três a seis meses.

15. OdontoCompany

Com mais de 30 anos no mercado, a rede de clínicas odontológicas trabalha com modelo de negócios que atende cidades de 30 mil até mais 150 mil habitantes. Os formatos são clínicas de rua ou shopping centers e, dentro do investimento inicial, já está incluso obras, equipamentos, móveis, taxa de franquia e capital de giro.

Investimento inicial total: a partir de R$ 120 mil.

Previsão de retorno (estimado pela franqueadora):  de 16 a 20 meses.


Veja Também