Negócios

Volkswagen e Honda interrompem produção na China devido a restrições por covid-19

A interrupção se dá desde o início da semana passada, como resultado da escassez de peças automotivas e medidas locais de proteção à saúde, disse um porta-voz

E

Estadão Conteúdo

Publicado em 30 de novembro de 2022, 16h15.

Fabricantes de automóveis na China , incluindo Volkswagen e Honda Motor, interromperam a produção em algumas fábricas, na medida em que autoridades adotam medidas rígidas para controlar surtos de covid-19 .

Acesse o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Com uma conta gratuita.

Faça parte

A Volkswagen suspendeu a produção em sua fábrica de Chengdu, no sudoeste da China, bem como em duas das cinco linhas de montagem na cidade de Changchun, no nordeste do país. A interrupção se dá desde o início da semana passada, como resultado da escassez de peças automotivas e medidas locais de proteção à saúde, disse um porta-voz.

Continua após a publicidade

Veja também

A fábrica automotiva da Honda em Wuhan, epicentro da primeira onda da covid-19, retomou parcialmente a produção na quarta-feira, depois de fechar por dois dias porque muitos trabalhadores estavam em isolamento, disse o porta-voz da companhia, Atsuki Hina.

Segundo ele, uma fábrica em Chongqing que produz cortadores de grama e motores geradores está com a produção interrompida desde 10 de novembro devido a um surto de covid-19. A montadora está começando a ver interrupções em sua cadeia de suprimentos, embora a escala ainda seja limitada, disse.

A Toyota Motor também está ajustando a produção em algumas de suas fábricas na China por causa das interrupções devido à covid-19, disse o porta-voz Tomoki Yoshida.

O número de infecções por covid-19 relatadas pelas autoridades de saúde da China chegou a quase 40 mil por dia nos últimos dias com surtos mais graves em Guangdong, Pequim e Chongqing.

LEIA TAMBÉM:

Continua após a publicidade

Últimas notícias

ver mais

Continua após a publicidade

Brands

ver mais

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais