Via Varejo tem queda de 24,6% nas vendas e fecha 31 lojas

Diante do cenário de vendas fracas, a companhia informou que seguiu com seu plano de reestruturação e decidiu fechar 31 pontos de venda deficitários no período

São Paulo - A Via Varejo, empresa de eletroeletrônicos do Grupo Pão de Açúcar (GPA) encerrou o terceiro trimestre de 2015 com queda de 24,6% nas vendas mesmas lojas ante igual período do ano anterior.

O indicador considera apenas unidades abertas há mais de um ano. Já considerando a totalidade das lojas, a receita líquida da companhia dona do Pontofrio e das Casas Bahia caiu 22,7% entre julho e setembro ante os mesmos meses do ano anterior, para R$ 4,095 bilhões.

Diante do cenário de vendas fracas, a companhia informou que seguiu com seu plano de reestruturação e decidiu fechar 31 pontos de venda deficitários no período.

Foram fechadas 28 lojas do Pontofrio e 3 das Casas Bahia, informou a empresa. O processo de fechamento de lojas já havia começado antes e, até julho, a Via Varejo já havia informado fechamento de 19 lojas.

Além disso, a empresa tem adotado um plano de redução de despesas incluindo cortes em marketing, aluguéis, logística e também em pessoal.

A Via Varejo informou ainda que decidiu converter lojas da bandeira Pontofrio em lojas Casas Bahia. Foram 36 lojas convertidas até o momento.

"A Via Varejo deve acelerar o plano de conversões visando um maior crescimento de vendas e rentabilidade", diz o GPA em comentário sobre o desempenho de vendas do grupo.

O GPA informa ainda que continuam na Via Varejo iniciativas de melhoria nas vendas. A empresa tem apostado em renovação da linha de móveis, que é a categoria de produto com maior margem bruta na empresa.

Há ainda reforma nas lojas para renovar a área de venda de aparelhos de telefone.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.