Live icon 

Acompanhe ao vivo:  

Apuração das eleições 2022 em tempo real! Veja agora.

Apresentado por VERITRAN

Veritran promete facilitar do cadastro internacional ao pagamento em diversas moedas

Voltadas para instituições financeiras, as soluções de finanças sem fronteiras da empresa global de tecnologia ─ Borderless Digital Wallet e International Digital Onboarding ─ foram apresentadas durante o Febraban Tech, que aconteceu entre 9 e 11 de agosto, em São Paulo
Wagner Martin, VP de negócios da Veritran: empresa é considerada líder global no desenvolvimento de soluções Low-Code para o setor financeiro (Veritran/Divulgação)
Wagner Martin, VP de negócios da Veritran: empresa é considerada líder global no desenvolvimento de soluções Low-Code para o setor financeiro (Veritran/Divulgação)
e
exame.solutions

Publicado em 12/08/2022 às 09:00.

Última atualização em 12/08/2022 às 09:36.

No mundo todo, o setor financeiro vem passando por uma verdadeira revolução, com inovações disruptivas: bancos digitais, blockchain, criptomoedas, open banking e pagamentos instantâneos, como o Pix brasileiro, são só alguns exemplos.

Agora, uma nova tendência vem ganhando força: a derrubada das barreiras às transações internacionais, movimento conhecido como finanças sem fronteiras. Para acompanhar essa tendência, o mercado já oferece ferramentas capazes de ajudar bancos, fintechs e outras instituições a navegar nessa onda. Duas dessas soluções, inclusive, acabam de desembarcar no Brasil.

Lançadas pela empresa de tecnologia Veritran, a Borderless Digital Wallet é uma carteira digital com a possibilidade de realizar transações em várias moedas e operar com sistemas de pagamento digital de diferentes países, enquanto o International Digital Onboarding permite gerenciar diferentes processos de onboarding dependendo do país onde o usuário está localizado, com integrações ready-to-use que se adaptam às regulamentações de cada mercado.

Febraban Tech

As novidades foram apresentadas no Febraban Tech, maior evento de tecnologia e inovação do setor financeiro na América Latina, realizado em São Paulo entre os dias 9 e 11 de agosto.

Presente com um dos maiores estandes do evento, a Veritran fechou a programação do último dia com uma palestra do seu VP de negócios, Wagner Martin, sobre precisamente o tema finanças sem fronteiras.

A empresa é considerada líder global no desenvolvimento de soluções Low-Code para o setor financeiro. Low-Code é uma forma de software que requer quase nenhuma codificação para construir aplicativos e um diferencial e tanto em tempos de escassez de mão de obra no setor de tecnologia. “Nossas soluções podem ser implantadas em poucas semanas”, afirma Martin.

“Todas as nossas soluções são também “open finance ready”, com segurança de nível bancário que minimiza os riscos de fraude e ataques cibernéticos”, agregou o executivo.

Outra vantagem é a solidez da empresa. Há 17 anos no mercado, a Veritran tem mais de 50 grandes instituições financeiras como clientes pelo mundo. Fazem parte da lista, por exemplo, o Banco Provincia e o Banco Nación em Argentina, o BBVA da Colômbia, Banorte em México e o BancoEstado em Chile, entre outros.

 

(ARTE/Exame)

Rapidez, usabilidade e segurança

As duas novas soluções que a Veritran lançou no Brasil têm como público-alvo não apenas bancos e fintechs, mas todo o conjunto de empresas que passaram ou estão pensando em oferecer serviços financeiros a seus clientes, como companhias de seguro, redes de varejo e plataformas de e-commerce.

Com a Borderless Digital Wallet as instituições financeiras oferecem a seus clientes a possibilidade de transacionar dinheiro com segurança em qualquer lugar do mundo em várias moedas e operar com sistemas de pagamento digital de diferentes países, como Pix (Brasil), CoDi (México), Transferencias 3.0 (Argentina), e pagamentos com QR nos Estados Unidos. “As carteiras digitais são uma das inovações que mais despertam o interesse dos brasileiros”, diz Martin.

Segundo ele, a solução atrai especialmente pessoas que viajam para o exterior, quem mantém parentes em outros países e investidores globais. “Pense assim: você tem um filho que estuda em outro país e precisa mensalmente enviar dinheiro para ajudá-lo. Com a Borderless Digital Wallet você pode fazer isso com a mesma facilidade de realizar um Pix para uma pessoa aqui no Brasil”, disse o VP de negócios da Veritran.

Outra novidade, o International Digital Onboarding é voltado para instituições que operam em diferentes países. A solução contempla as regulamentações dos diferentes países, incluindo seus sistemas de validação de usuário, que podem exigir procedimentos como envio de vídeos, fotos de rosto junto com documento, biometria com tecnologia liveness e reconhecimento ótico de caracteres, ou OCR, na sigla em inglês.

“Junto com a tecnologia, nós oferecemos o conhecimento sobre as regulamentações dos diferentes países, o acompanhamento de suas alterações e as atualizações do sistema para se adaptar a elas”, destaca Martin. Com o International Digital Onboarding, ele afirma, a experiência do usuário é uniformizada e novos clientes bancários podem ser cadastrados em poucos minutos.]

O VP de negócios da Veritran lembra dos seguidos desafios que as instituições financeiras vêm enfrentando nos últimos anos. “Elas tiveram de se adaptar à LGPD [Lei Geral de Proteção de Dados], ao Pix, ao open banking, ao open finance”, enumera. “Agora, precisam se preparar para as finanças sem fronteiras. Nesse desafio, nós podemos oferecer um rápido atalho a elas.”