Transpetro terá plano de demissão para mais de 500 empregados

Subsidiária da Petrobras pretende ter retorno de 552 milhões de reais até 2025

A Petrobras informou que sua subsidiária integral Transpetro aprovou a criação de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) que prevê atingir cerca de 557 empregados entre setembro de 2020 e julho de 2021.

“O programa tem uma estimativa de retorno (custo evitado de pessoal menos o desembolso com indenizações) de 552 milhões de reais até 2025 e visa promover a adequação do efetivo marítimo às ações de gestão ativa da frota”, disse a estatal, em comunicado nesta segunda-feira.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.