Negócios

Transpetro tem lucro de R$ 1,3 bilhão em 2020, o maior da história da companhia

Segundo a Petrobras, a Transpetro aprimorou sua eficiência operacional

Em 2020, a disponibilidade dos navios foi a maior dos últimos três anos (Dado Galdieri/Bloomberg)

Em 2020, a disponibilidade dos navios foi a maior dos últimos três anos (Dado Galdieri/Bloomberg)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 1 de março de 2021 às 21h28.

Última atualização em 1 de março de 2021 às 22h39.

Em comunicado ao mercado, a Petrobras ressaltou nesta segunda-feira, 1º, o resultado de 2020 da Transpetro, a sua subsidiária integral de transporte e logística de combustíveis. A companhia registrou lucro líquido de R$ 1,3 bilhão no ano passado, o maior desde a sua fundação, em 1998. O Retorno sobre Capital Empregado (ROCE) teve o melhor desempenho dos últimos cinco anos e atingiu 15,6%.

Aproveitar as melhores oportunidades na bolsa exige conhecimento. Venha aprender com quem conhece na EXAME Research

O fluxo de caixa operacional da Transpetro alcançou R$ 4,2 bilhões em 2020, crescimento de 38% comparado ao ano anterior. No período, o acréscimo na geração de valor (medido pela variação do Economic Value Added - EVA) foi de R$ 918 milhões. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado registrou um salto de 52% sobre 2019.

Segundo a Petrobras, a Transpetro aprimorou sua eficiência operacional. Em 2020, a disponibilidade dos navios foi a maior dos últimos três anos: o número de manobras de transbordo/ship to ship (STS) realizadas registrou recorde, de 543 operações. Ao mesmo tempo, manteve a melhor marca para a Taxa de Acidentados Registráveis (TAR) de 0,47, o principal indicador de segurança da Petrobras e de suas subsidiárias.

Acompanhe tudo sobre:CombustíveisGás e combustíveisPetrobrasTranspetro

Mais de Negócios

Ex-executivo do Safra, hoje ele fatura R$ 14 milhões empreendendo no mercado de implante capilar

Conheça o instituto que viabiliza projetos sociais em diferentes regiões do Brasil

Ajuda da Renner ao RS terá impacto de R$ 50 milhões, diz CEO. O próximo passo: uma coleção especial

Veja alguns motivos pelos quais os brasileiros estão investindo bilhões de dólares em renda fixa

Mais na Exame