Toyota fecha parceria com Stanford e MIT para pesquisas

A Toyota disse que gastará 50 milhões de dólares ao longo dos próximos cinco anos para estabelecer centros conjuntos de pesquisas nas duas universidades

	Logo da Toyota: ambas as instituições têm programas de engenharia e ciência da computação de alto nível e a indústria automotiva recruta fortemente os graduandos das duas
 (Thinkstock)
Logo da Toyota: ambas as instituições têm programas de engenharia e ciência da computação de alto nível e a indústria automotiva recruta fortemente os graduandos das duas (Thinkstock)
D
Da RedaçãoPublicado em 04/09/2015 às 16:07.

Detroit - A Toyota Motor está colaborando com duas das maiores universidades dos Estados Unidos em inteligência artificial e pesquisas robóticas visando ampliar os esforços da montadora japonesa para desenvolver carros autônomos.

A Toyota disse nesta sexta-feira que gastará 50 milhões de dólares ao longo dos próximos cinco anos para estabelecer centros conjuntos de pesquisas nas duas universidades, uma no coração do Vale do Silício e outra nas proximidades de Boston.

Ambas as instituições têm programas de engenharia e ciência da computação de alto nível e a indústria automotiva recruta fortemente os graduandos das duas.

A Toyota tem estado atrás dos rivais no desenvolvimento de carros autônomos e na implementação de sistemas de assistência ao motorista sem uso das mãos.

A empresa disse que contratou Gill Pratt para dirigir seus novos centros de pesquisa. Pratt é um ex-gerente de programas do DARPA, unidade de pesquisa do Departamento de Defesa dos EUA, que patrocinou diversos desafios com veículos autônomos ao longo dos últimos dez anos.