Tim e nove grandes empresas se unem para desenvolver mulheres no mercado

Ao lado de Accenture, Adidas, Enel, Generali, Microsoft, Oracle, Pirelli, Stellantis e Via, a Tim lança plataforma de vagas, capacitação e desenvolvimento de mulheres

A operadora de telefonia Tim acaba de anunciar uma parceria com grandes empresas para acelerar o desenvolvimento de carreiras e o acesso das mulheres ao mercado de trabalho no Brasil. Junto a Accenture, Adidas, Enel, Generali, Microsoft, Oracle, Pirelli, Stellantis e Via, a operação foca em vagas, capacitação e desenvolvimento. 

Autoconsciência pessoal e profissional das mulheres ajudam na carreira.
Conheça o Women Empowerment Program da EXAME

"Acreditamos que diversidade e inclusão são valores importantes, e não é moda. Estamos entre as empresas da B3 com mais mulheres no conselho de administração. Queremos agora fazer algo de concreto e para impulsionar as mulheres na economia", diz Pietro Labriola, presidente da Tim.

O projeto conta com um aplicativo que funcionará como uma plataforma digital de oportunidades de emprego, desenvolvimento profissional e conteúdos para fortalecer o empoderamento feminino.

No app Mulheres Positivas, criado pela empresária Fabiana Saad, serão divulgadas vagas de trabalho das empresas parceiras, em diversos níveis hierárquicos. O aplicativo já está disponível para download.

"O app foi feito para ser usado no smartphone de qualquer mulher brasileira. Por meio de uma pesquisa identificamos os maiores desafios delas e queremos mudar esse cenário", diz Saad.

Uma seção dedicada a cursos também foi criada, com conteúdos sobre carreira, negócio, tecnologias, equidade de gênero, inovação, entre outros, cedidos pelas companhias participantes, para apoiar mulheres em seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Todos os cursos poderão ser acessados de forma gratuita e clientes TIM navegam na plataforma sem consumir seu pacote de dados.

Outra ação é a mentoria intercompany, com duração de seis a oitos meses, focada no desenvolvimento de carreira de mulheres das empresas participantes. As sessões serão realizadas de maneira cruzada: uma diretora da Microsoft, por exemplo, poderá atuar como mentora de uma colaboradora da Pirelli e assim por diante.

A coordenação dessa iniciativa será realizada pela consultoria CMI Business Transformation, liderada por Maristella Iannuzzi, executiva da área de tecnologia, especialista em diversidade e inclusão e com vários trabalhos junto a ONU Mulheres e aos Princípios de Empoderamento da Mulher (WEPs).

"Por mais que as empresas estejam compradas com o tema ainda há um grande número de homens na liderança. Este programa vai ajudar na visibilidade e impulsionamento de carreira delas", diz Iannuzzi.

Campanha

A campanha de lançamento do movimento terá a participação da cantora IZA, que vai atuar como embaixadora da iniciativa. O anúncio aconteceu nesta terça-feira, com transmissão pelo YouTube, seguido de um bate-papo sobre a importância do incentivo à participação feminina em carreiras nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Falaram sobre suas experiências a imunologista Ester Sabino, professora da Faculdade de Medicina da USP e coordenadora do trabalho de sequenciamento do coronavírus, e a engenheira aeroespacial Ana Paula Castro, que participou de missão simulada realizada pela Agência Espacial Europeia e pode se tornar a primeira astronauta brasileira.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também