Territory, lançamento da Ford, marca nova fase da montadora; veja preços

O modelo deve que brigar com concorrentes de peso como o Jeep Compass e o Volkswagen Tiguan

A Ford quer reforçar a sua atuação em SUVs, segmento inaugurado pela marca, no Brasil, há exatos 20 anos com o Ecosport. A proposta do Territory, que acaba de chegar às concessionárias, é oferecer sofisticação e conectividade no mercado que mais cresce no país. Para tanto, a montadora terá que brigar com concorrentes de peso como o Jeep Compass e o Volkswagen Tiguan.

De acordo com Maurício Greco, diretor de marketing da Ford, o modelo marca uma nova fase da montadora no Brasil e no mundo. “Este é um ano muito importante para a Ford e o Territory marca um momento especial para nós”, afirmou o executivo em entrevista à EXAME.

A indústria automotiva global está passando por uma revolução, diante do aumento da procura por tecnologias de eletrificação, automação e conectividade. Neste cenário, novatas ganham destaque como a Tesla, que passou a ter o maior valor de mercado entre as montadoras globalmente.

Por isso, reinvenção é a palavra de ordem. Ou renovação. SUVs e picapes são os segmentos que a Ford quer concentrar ainda mais esforços no Brasil e no mundo. Por aqui, o Ecosport inaugurou o mercado de utilitários esportivos em meados dos anos 2000 e ainda continua entre os dez mais vendidos do segmento. Nos Estados Unidos, a picape F-150 é líder geral em vendas há quase 40 anos consecutivos.

“O Ecosport é o precursor do segmento no Brasil e no mundo e a F-150 é um sucesso nos Estados Unidos, temos um grande reconhecimento”, acrescenta.

O Territory, importado da China, chega com dois preços: a partir de 165.900 reais na versão SEL, com 150 cv de potência (a gasolina), e na Titanium, mais equipada, por 187.900 reais.

Interior do Territory: proposta de sofisticação e potência

Interior do Territory: proposta de sofisticação e potência (Ford/Divulgação)

Segundo Greco, o modelo compete naturalmente com os SUVs da Jeep e da Volks, mas também pode atrair clientes de outras categorias de SUVs e até sedãs.

Entre os diferenciais do Territory, a montadora destaca a conectividade com o celular do proprietário: um hardware instalado no veículo conversa com um software, que indica itens como nível de combustível, necessidade de reparos e até comando remoto para trancar o veículo.

Teto solar e bancos de couro claro: itens de desejo

Teto solar e bancos de couro claro: itens de desejo (Ford/Divulgação)

“Essas funções precisam ser muito seguras e assertivas porque o proprietário vai tomar decisões baseadas nas informações fornecidades pelo veículo”, diz Greco.

Para o executivo, embora a pandemia tenha impactado o setor, a expansão de SUVs favorece o lançamento do Territory. “Trata-se de um segmento com relevância e oportunidades de receita, diante da alta demanda.”

O Ecosport, que inaugurou o mercado de SUVs, figurou na liderança do segmento por 15 anos consecutivos, perdendo o posto para o Jeep Renegade. Atualmente, o modelo da Ford oscila entre o sexto e o sétimo lugar no ranking dos utilitários esportivos mais vendidos do país.

Com a saída recente do compacto Fiesta e do sedã de luxo Fusion do portfólio da Ford, hoje a marca está reestruturando sua atuação no mercado brasileiro.

O compacto Ka e sua versão sedã continuam bem posicionados, figurando entre os líderes dos seus segmentos. A picape média Ranger também disputa o topo da sua categoria e o Mustang frequentemente lidera o mercado de esportivos.

Aliar elementos de tecnologia, conectividade e estilo são sempre muito importantes para atrair o consumidor”, afirma Greco.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.