Negócios

Empresa do Paraná que ajuda na cobrança de dívidas compra startup de Natal e mira R$ 100 milhões

A empresa foi consultada para ser comprada, mas decidiu que queria o oposto: comprar. Falou com 149 empresas e escolheu uma para adquirir

Ney Eurico, da 3C Plus: “Já tínhamos uma solução estruturada para cobranças, agora temos também para todo o atendimento” (3C Plus/Divulgação)

Ney Eurico, da 3C Plus: “Já tínhamos uma solução estruturada para cobranças, agora temos também para todo o atendimento” (3C Plus/Divulgação)

Daniel Giussani
Daniel Giussani

Repórter de Negócios

Publicado em 21 de junho de 2024 às 09h48.

Última atualização em 21 de junho de 2024 às 15h22.

A trajetória para que a 3C Plus, empresa que fornece uma plataforma de tecnologia para call centers, comprasse um outro negócio começou num movimento oposto. 

Em meados de 2022, a empresa foi procurada por uma outra companhia para ser adquirida. Quem fazia a intermediação era a Auddas, uma consultoria de fusões e aquisições para empresas de pequeno e médio porte.

“Vimos alguns números e rapidamente ficou claro que não era a hora de vender”, diz o CEO da 3C Plus, Ney Eurico. “Queríamos estar na outra ponta. Sermos o comprador, e não o vendedor”.

Por causa disso, decidiram manter a Auddas por perto, mas agora para prestar consultoria para a aquisição de uma empresa. A 3C começou a estruturar seu modelo para ter fôlego financeiro para fazer a compra e entrevistou mais de 140 negócios até escolher a primeira adquirida.

Agora, ela foi escolhida. A empresa acaba de anunciar a compra da Evolux, uma empresa de Natal, no Rio Grande do Norte, que também atua numa área semelhante da 3C Plus: enquanto a compradora ajuda as empresas com sistema de automação nas ligações de cobrança, a comprada ajuda com um software para as ligações feitas pelos clientes para os 0800 das companhias. 

Com a fusão, a empresa estima faturar 100 milhões de reais no ano que vem. 

Qual é a história da 3C Plus 

A 3C Plus nasceu de um call center localizado em Guarapuava, no interior do Paraná. “Não planejamos ter uma empresa de software”, diz Eurico.

A empresa começou a nascer quando um cliente desse call center, uma grande varejista do Paraná, exigiu que a operadora tivesse um discador automático. O call center foi procurar um software no mercado que fizesse isso, mas teve dificuldade. Decidiu, então, fazer seu próprio software. 

“Um dos sócios desenvolveu as primeiras funcionalidades para atender a essa demanda específica”, diz Eurico. “E foi o início da nossa plataforma”. 

Na sequência, a 3C Plus formalizou seu CNPJ e começou a oferecer a solução também para outros clientes. Em 2019, após uma reestruturação do produto e lançamento de uma plataforma completa de CRM, a empresa viu seu faturamento crescer de 1 milhão de reais para 25 milhões de reais no ano passado.

“Hoje, não operamos mais o call center, focamos exclusivamente na nossa plataforma”, diz Eurico. 

Na prática, a plataforma permite que as empresas ganhem agilidade quando quiserem ligar para um cliente -- geralmente para fazer uma cobrança, mas também para oferecer produtos, por exemplo.

A 3C Plus atende, atualmente, cerca de 2.000 clientes ativos em praticamente todas as regiões do Brasil. 

Agora, chegou o momento de expansão pela aquisição.

“Identificamos duas principais alavancas de crescimento: uma orgânica, com maiores investimentos em marketing e vendas, e outra não-orgânica, por meio da aquisição de empresas com soluções complementares às nossas”, afirma Eurico.

Como foi o processo de aquisição

Tendo um serviço que liga para o cliente, a empresa queria ter também uma plataforma que automatizasse a ligação que os clientes fazem para as empresas pelo 0800.

Encontrou essa alternativa na Evolux. A empresa de Natal automatiza o atendimento do 0800, a partir de mensagens gravadas, direcionamentos mais eficazes (como um “tecle quatro para falar com o setor de compras”). 

Bruno Ruy, da Auddas: 3C Plus pode chegar a valuation de R$ 1 bi até 2030 (Auddas/Divulgação)

“Já tínhamos uma solução estruturada para cobranças, agora temos também para todo o atendimento”, afirma Eunico. 

Até encontrar a Evolux, a empresa falou com cerca de 150 empresas, todas com a ajuda da Auddas, uma consultoria de fusões e aquisições para empresas que faturam cerca de 30 milhões a 400 milhões de reais por ano. 

“São empresas que têm uma certa dificuldade em termos de estratégia e gestão, e algum momento precisa de capital para viabilizar esse crescimento. E ajudamos com as estratégias para ter capital e para fazer aquisições”, diz Bruno Ruy, sócio da Auddas, que assessorou a 3C Plus durante todo o processo de aquisição da Evolux.

A ideia da 3C Plus, porém, não é parar por aí. Há pelo menos três companhias no radar. Os detalhes ainda não são divulgados, mas isso significa que haverá trabalho para a 3C e Auddas pela frente.

Quer dicas para decolar o seu negócio? Receba informações exclusivas de empreendedorismo diretamente no seu WhatsApp. Participe já do canal Exame Empreenda

Acompanhe tudo sobre:StartupsFusões e Aquisições

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame