Negócios

Sede de Federação Boliviana de Futebol vai a leilão

Enidade tem dívidas de quase R$4 milhões com o fisco e já tem suas contas bloqueadas

A Bolívia se classificou para a Copa do Mundo de 1994 e terminou as últimas eliminatórias em penúltimo lugar (Getty Images/Brian Bahr)

A Bolívia se classificou para a Copa do Mundo de 1994 e terminou as últimas eliminatórias em penúltimo lugar (Getty Images/Brian Bahr)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de agosto de 2010 às 15h21.

La Paz - A sede da Federação Boliviana de Futebol (FBF), localizada na cidade de Cochabamba, será colocada em leilão na próxima segunda-feira por causa de uma dívida de pelo menos 15 milhões de bolivianos (R$ 3,75 milhões) da instituição com o Serviço de Impostos Nacionais (SEM).

Esta não é a primeira medida que o fisco boliviano aplica sobre a entidade, já que anteriormente embargou seus bens e congelou suas contas para que esta saldasse sua dívida.

No entanto, o SEM lembrou que há outra suposta dívida de mais de 9 milhões de bolivianos (R$ 2,25 milhões), montante que segue em disputa judicial.

A FBF manifestou seu desejo de que tanto o SEM como o governo aceitem a renegociação da dívida a longo prazo. No entanto, a reeleição de Carlos Chávez como presidente da federação, em julho, não agradou ao presidente Evo Morales, que esperava uma mudança na direção como medida inicial para a transformação do futebol boliviano.

Leia mais de Futebol

Siga as últimas notícias de Gestão no twitter

 

Acompanhe tudo sobre:América LatinaBolíviaDívidas empresariaisEsportesFutebolLeilõesSetor de esportes

Mais de Negócios

Com nova fábrica, Gelato Borelli vai triplicar produção e planeja faturar R$ 360 milhões em 2024

A aposta de R$ 500 milhões de uma varejista gaúcha para fazer o maior complexo logístico do RS

'Jurassic Park' brasileiro anuncia novos parques depois de crescer 893% em 2023

Das dívidas aos bilhões: como a Marvel fugiu do colapso com uma estratégia financeira que mudou tudo

Mais na Exame