Salgadinho famoso nos EUA é aposta de gigante alimentícia no Brasil

Com Cheez-it em três sabores, a Kellogg's, dona da Pringles e Sucrilhos, prevê um incremento de até 15% na receita em 2021

A fabricante de alimentos Kellogg's tem apostado no Brasil como um importante mercado para receber suas inovações. Desta vez, a companhia traz ao país o Cheez-it, uma das maiores marcas de biscoito salgado sabor queijo nos Estados Unidos. "O brasileiro gosta muito de queijo e por isso o país é perfeito para ter a primeira produção de Cheez-it fora dos Estados Unidos", diz Aberto Raich, vice-presidente e gerente geral da Kellogg's Brasil. A empresa prevê que a entrada na categoria represente um incremento de até 15% na receita em 2021.

Inovação abre um mundo de oportunidades para empresas dos mais variados setores. Veja como, no curso Inovação na Prática 

O produto, que está disponível nos sabores parmesão, cheddar e provolone, é o maior lançamento da Kellogg's no Brasil neste semestre e, durante um ano, passou por um processo de desenvolvimento de uma receita que agradasse o paladar do brasileiro. Além disso, a fábrica em São Lourenço do Oeste teve adaptações no maquinário e no trabalho dos operadores. A unidade produtiva recebeu mais de 100 milhões de dólares em investimentos desde 2016.

"Fizemos uma extensa pesquisa que vai do produto, que terá dois fornecedores locais de queijos, até a melhor posição na gôndola. Não basta ter sucesso em um país para acreditar que ele funcionará da mesma forma em outro. O produto estadunidense, por exemplo, tem um sabor cheddar mais forte e característico para as preferências daquela região", diz Cristina Monteiro, diretora de marketing da Kellogg's Brasil.

O crescimento da operação brasileira também é motivo de atenção para os executivos. Em 2020, a operação do Brasil cresceu 12% em receita, bastante acima do 1,4% de crescimento global, com faturamento de 13,7 bilhões de dólares. Por aqui, o que se viu foi o aumento das categorias de alimentação relacionadas a praticidade e conforto, como é o caso de outros famosos produtos da Kellogg's, como Pringles e Sucrilhos. "Ano passado ganhamos share na maioria das categorias que trabalhamos graças ao entendimento das demandas, um forte time de inovação e também uma estrutural comercial", afirma Raich.

Seguindo essa linha, a empresa passou a contar com parceiros como Americanas, Rappi, iFood e outros que ampliam a distribuição dos produtos e também amostrar grátis. Para que o consumidor passe a conhecer Cheez-it, mais de um milhão de amostras serão distribuídas em três meses.

Em relação à 2020, a empresa também passou a compreender ainda mais como diversificar não só os produtos, mas também os formatos. "Há quem escolha as maiores embalagens, como Sucrilhos 1kg, em busca de economia, e quem prefira outros pacotes promocionais. É nosso papel atender as necessidades do consumidor em tamanho ou até mesmo em novas linhas como fizemos com Sucrilhos, que hoje também conta com cookies, biscoitos recheados e mais, e agora com Cheez-it, a nossa aposta do semestre", diz Monteiro.

 

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

 

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também