Negócios
Acompanhe:

Rolls Royce anuncia contrato de US$ 1,8 bi com a Air China

Acordo vai equipar 10 aviões A330 e 10 A350, todos da Airbus

Air China vai gastar US$ 4,49 bi nos aviões da Airbus (Goh Chai Hin/AFP)

Air China vai gastar US$ 4,49 bi nos aviões da Airbus (Goh Chai Hin/AFP)

D
Da Redação

22 de julho de 2013, 17h43

Londres - A fabricante britânica de motores Rolls Royce anunciou nesta segunda-feira que obteve um contrato de 1,8 bilhão de dólares para equipar 20 aviões Airbus (10 A330 e 10 A350) da companhia Air China.

A empresa informa em um comunicado que o contrato foi fechado com o preço de catálogo para equipar os 20 Airbus, comprados na semana passada pela companhia chinesa.

Na quinta-feira passada, a Air China anunciou a intenção de comprar da Airbus 10 modelos A330 e 10 modelos A350, por um valor total de 4,49 bilhões de dólares.

Os A330 serão entregues entre 2013 e 2015 e os A350 entre 2018 e 2020.