SpaceChain envia tecnologia blockchain para a Estação Espacial Internacional

A missão promove a visão da SpaceChain de uma rede de satélites baseada em blockchain de código aberto

CABO CANAVERAL, Flórida, 5 de dezembro de 2019 /PRNewswire/ — A SpaceChain anunciou que sua tecnologia de carteira de hardware blockchain está a caminho da Estação Espacial Internacional (Internacional Space Station, ISS), a bordo de um foguete SpaceX Falcon 9 como parte da atual missão CRS-19 de serviço de reabastecimento comercial. Esta é a primeira demonstração tecnológica de hardware blockchain na ISS, e será instalada na plataforma comercial da Nanoracks da estação. O dia de hoje marca a terceira carga de blockchain lançada no espaço pela SpaceChain nos últimos dois anos, promovendo a visão da SpaceChain de uma constelação orbital descentralizada para programas fintech e comerciais. Esta missão de demonstração na ISS foi viabilizada pela Nanoracks e seu acordo com a NASA sobre a Lei do Espaço.

Uma vez ativada, a carga demonstrará o recebimento, a autorização e a retransmissão das transações em blockchain, criando transações “multisig” que requerem assinaturas múltiplas (aprovações) para serem concluídas, o que aumenta a segurança da operação. Todos os dados serão conectados por uplink e downlink diretamente através da plataforma comercial da Nanoracks. A instalação da SpaceChain acrescenta o distanciamento e a segurança da infraestrutura espacial à tecnologia blockchain para lançar a base de uma nova geração de produtos baseados em sua tecnologia.

Este marco ressalta o compromisso da SpaceChain em solucionar questões relacionadas com a infraestrutura centralizada em terra, ao mesmo tempo em que acelera o avanço da tecnologia, a colaboração internacional e a adoção do espaço como serviço para empresas modernas.

No início deste ano, a SpaceChain recebeu financiamento da Agência Espacial Europeia (European Space Agency, ESA) através de seu programa Kick-start Activity , para desenvolver e identificar casos de uso comercial para sua tecnologia blockchain de satélites. Ao adicionar cargas baseadas no espaço às redes implantadas, as empresas poderão aumentar a segurança da transmissão de ativos digitais que podem ser vulneráveis a ciberataques e hackers quando alojados exclusivamente em servidores terrestres centralizados.

“O terceiro lançamento de carga é um marco significativo não só para a SpaceChain, mas também para o desenvolvimento da Nova Economia Espacial”, disse Zee Zheng, cofundador e CEO da SpaceChain. “A integração de tecnologias espaciais e de blockchain revelou novas possibilidades e oportunidades, e estamos muito animados com a perspectiva de trabalhar em estreita colaboração com provedores de serviços financeiros, desenvolvedores de fintech, provedores de serviços com IoT, instituições de pesquisa e agências espaciais nos próximos meses para acelerar ainda mais os avanços dentro desta área”, disse Zee Zheng, cofundador e CEO da SpaceChain.

“A tecnologia blockchain é a próxima grande novidade no espaço”, disse Jeff Garzik, cofundador e diretor de tecnologia da SpaceChain. “A SpaceChain aborda vulnerabilidades de segurança para sistemas financeiros e ativos digitais na crescente economia digital. Através da integração de tecnologias, novos paradigmas que antes estavam além do alcance agora podem ser criados e adicionar elementos interessantes na Nova Economia Espacial”.

A SpaceChain espera que os testes com esta carga estejam concluídos no início de 2020.

Sobre a SpaceChain

Fundada em 2017, a SpaceChain é uma plataforma espacial baseada na comunidade que combina tecnologias de espaço e blockchain para construir a primeira rede de satélites baseada em blockchain de código aberto do mundo, permitindo que os usuários desenvolvam e executem programas no espaço.

A tecnologia descentralizada da SpaceChain é um catalisador para a criação da Nova Economia Espacial, pois facilita o desenvolvimento de programas espaciais e torna o espaço mais acessível. Ela possibilita a inovação para diversas indústrias, e seu primeiro programa será a tecnologia multisig baseada no espaço para serviços financeiros.

Para mais informações, visite www.spacechain.com.

FONTE SpaceChain

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.