A página inicial está de cara nova Experimentar close button
  • BVSP 113.282,67 pts -0,7%
  • USD R$ 5,3351 +0,0000
  • EUR R$ 6,2509 +0,0000
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,19%
  • BBAS3 R$ 29,3 -0,51%
  • BBDC4 R$ 20,29 -2,08%
  • BRFS3 R$ 24,7 +3,26%
  • BRKM3 R$ 58,03 +2,53%
  • BRML3 R$ 8,59 -0,46%
  • CSAN3 R$ 23,87 +0,08%
  • ELET3 R$ 39,4 +1,03%
  • EMBR3 R$ 23,78 -0,46%
  • Petróleo US$ 68,81 +0,00%
  • Ouro US$ 1.749,70 +0,00%
  • Prata US$ 26,36 +0,00%
  • Platina US$ 1.048,40 +0,00%

Osmar Terra: investir nas crianças é fundamental para a superação da pobreza

SÃO PAULO, 12 de abril de 2018 /PRNewswire/ -- O país só terá futuro se olhar as crianças no presente, acredita o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS). Com essa convicção, ele criou o Programa Criança Feliz, quando esteve à frente do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Lançada em 2017, a iniciativa permite que as famílias beneficiárias do Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada  (BPC) promovam o desenvolvimento integral das crianças de 0 a 6 anos. 

"Precisamos mostrar à população que os cuidados na primeira infância são fundamentais para garantir que as crianças tenham melhor desenvolvimento cognitivo, social, educacional e estabeleçam vínculos familiares. Dessa forma, elas terão um futuro mais promissor", diz Osmar Terra, que também é médico com mestrado em neurociência.

O programa tem seis objetivos: promover o desenvolvimento infantil integral; apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento da criança; cuidar da criança em situação de vulnerabilidade até os 6 anos de idade; fortalecer o vínculo afetivo e o papel das famílias no cuidado, na proteção e na educação das crianças; estimular o desenvolvimento de atividades lúdicas; e facilitar o acesso das famílias atendidas às políticas e serviços públicos de que necessitem.

O Criança Feliz é voltado a gestantes, crianças de até 3 anos e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até 6 anos beneficiárias do BPC e suas famílias; e crianças de até 6 anos afastadas do convívio familiar. Esses grupos recebem complementação de renda, via Bolsa Família e BPC, do governo federal.

Segundo Osmar Terra, o programa contribui com o exercício da parentalidade, fortalecendo o vínculo afetivo e o papel das famílias na proteção e na educação das crianças. O Criança Feliz, assinala o deputado, orienta famílias de todo o Brasil.

Um dos pilares do programa, ressalta Osmar Terra, são as visitas domiciliares, que possibilitam acompanhar o desenvolvimento das crianças e as famílias beneficiárias. Conforme o deputado, o investimento nas crianças resultará na emancipação das famílias, porque elas deixarão de ser dependentes somente dos programas sociais no médio e longo prazos.

Essas crianças, acrescenta o deputado, terão formação e capacitação para que possam, no futuro, contribuir com a melhoria das condições de vida de suas famílias e da superação da pobreza.

O Criança Feliz tem a participação de outros ministérios, como a da Saúde, de entidades privadas e dos governos estaduais e municipais.

Standard Comunicação
Contato: (21) 9.7263.6617

FONTE Osmar Terra