Negócios
Acompanhe:

Receita da Claro no Brasil cresce 1,7% no 3º trimestre

Operadora de telecomunicações registrou um total de R$ 9,15 bilhões em comparação com o mesmo período do ano anterior

Claro: operadora divulgou o balanço nesta terça-feira (ANTONIO MILENA/Exame)

Claro: operadora divulgou o balanço nesta terça-feira (ANTONIO MILENA/Exame)

R
Reuters

15 de outubro de 2019, 19h59

São Paulo — A Claro, operadora de telecomunicações do grupo mexicano America Movil, informou nesta terça-feira (15) que sua receita líquida cresceu 1,7% no terceiro trimestre ante mesmo período de 2018, a 9,15 bilhões de reais.

O resultado operacional da companhia medido pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização) teve alta de 1,4% ano a ano, para 3,5 bilhões de reais. A margem Ebitda encolheu 0,1 ponto percentual, 38,3%.

A Claro afirmou que sua base de celulares pós-pago no serviço móvel cresceu 17,8% em 12 meses, alta de 3,9 milhões de clientes, para 56,5 milhões.