Negócios

Presidente da CNN deixará cargo até o final do ano

Jim Walton, que já estava com seu cargo ameaçado, indicou que sua decisão também conta com o ''apoio e respeito'' de Phil Kent, diretor-executivo da Turner Broadcasting


	Jim Walton, no centro, com outros executivos da CNN, em dezembro de 2011
 (Frederick M. Brown / Getty Images)

Jim Walton, no centro, com outros executivos da CNN, em dezembro de 2011 (Frederick M. Brown / Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de dezembro de 2012 às 08h04.

Nova York - Após 30 anos de 'CNN', Jim Walton anunciou nesta sexta-feira que deixará a presidência do canal de notícias a cabo até o final do ano para dar espaço a ''um novo líder e transformações''.

''A CNNnecessita de novas ideias e isso começa com um novo líder, capaz de trazer uma perspectiva distinta, diferentes experiências e um novo plano'', assegurou Walton em carta dirigida aos trabalhadores do canal de notícias, que, por sua vez, atravessa uma espécie de crise devido aos baixos índices de audiência.

Nesta carta, Walton, de 54 anos, também ressalta que está ''preparado para essa mudança'' e, que se for caso, antecipa sua saída para cooperar com essa transição.

O presidente da 'CNN, que já estava com seu cargo ameaçado, apontou que sua decisão também conta com o ''apoio e respeito'' de Phil Kent, diretor-executivo da Turner Broadcasting, a empresa que opera a ''CNN''.

Kent, que deverá buscar o sucessor de Walton, afirmou neste mesmo comunicado que a visão de Walton ''modernizou e globalizou o legado desta marca informativa''.

Já o diretor-executivo da Time Warner, Jeff Bewkes, lembrou que Walton assumiu as rédeas da empresa em 2003, quando os lucros estavam ''em uma grave queda, e conseguiu reverter e triplicar esses números, além de ter garantido um crescimento anual de 15%''.

No entanto, segundo o medidor Nielsen, o índice de audiência do canal a cabo no chamado ''prime-time'' (horário nobre) caiu 8% nesta temporada em relação ao último ano, até os 627 mil espectadores, um fato que incomodava e muito o presidente.

Walton, por sua vez, disse estar ''orgulhoso'' de ter alcançado uma programação inovadora, com grandes talentos à frente e atrás das câmaras, além de ter iniciado uma expansão digital e móvel, ampliado a cobertura internacional e, sobretudo, fazer um jornalismo de qualidade.

Acompanhe tudo sobre:CNNEmpresasMídiaServiçosTVTV a cabo

Mais de Negócios

EXAME lança na quarta-feira (24) nova edição do ranking Negócios em Expansão; saiba como assistir

Morre Paulo Fernando Fleury, um dos ícones da logística empresarial no país

Franquia de sucesso: como a Domino’s transformou um empréstimo de US$ 900 em um negócio bilionário

Sob nova gestão, iFood prepara investimentos em startups e mira verticais de mercado e de benefícios

Mais na Exame