Prejuízo da Rodobens sobe 35% no 2º trimestre, para R$ 35,142 mi

O Ebitda ajustado ficou negativo em R$ 20,406 milhões, alta de 68% na comparação com o mesmo período do ano passado
Rodobens: a receita líquida teve queda de 8%, passando para R$ 69,061 milhões (./Divulgação)
Rodobens: a receita líquida teve queda de 8%, passando para R$ 69,061 milhões (./Divulgação)
W
Wagner Gomes, do Estadão ConteúdoPublicado em 10/08/2017 às 18:52.

São Paulo - O prejuízo da Rodobens subiu 35% no segundo trimestre de 2017, na comparação com o mesmo período de 2016, chegando a R$ 35,142 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado ficou negativo em R$ 20,406 milhões, alta de 68% na comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 10, a receita líquida teve queda de 8%, passando de R$ 74,666 milhões para R$ 69,061 milhões.

No segundo trimestre deste ano, foi apurada uma despesa financeira de R$ 1,3 milhão ante uma receita financeira de R$ 900 mil no primeiro trimestre deste ano.

A redução do resultado financeiro deve-se principalmente à correção negativa da carteira própria de clientes de imóveis concluídos, devido à variação negativa do IGP-M no período e aos descontos financeiros concedidos no período.