Negócios

Potencial fusão da CSN não afeta rating da MRS Logística, diz S

MRS Logística é uma empresa carioca de transporte ferroviário, que pertence em parte à CSN e à Usiminas. A empresa adquiriu a malha sudeste da Rede Ferroviária Federal na privatização em 1996. Seus trilhos transportam principalmente carga entre Minas Gerais e Rio de Janeiro. Um de seus maiores clientes é cativo a Companhia Siderúrgica Nacional […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de janeiro de 2012 às 10h07.

MRS Logística é uma empresa carioca de transporte ferroviário, que pertence em parte à CSN e à Usiminas. A empresa adquiriu a malha sudeste da Rede Ferroviária Federal na privatização em 1996. Seus trilhos transportam principalmente carga entre Minas Gerais e Rio de Janeiro. Um de seus maiores clientes é cativo a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que usa o transporte ferroviário para receber minério de ferro e escoar o aço produzido.

Na avaliação da Standard & Poor s, o rating da empresa não deve ser alterado com a potencial fusão CSN-Corus em vista. "A fusão não causa nenhum efeito imediato." Leia ao lado a avaliação da agência de risco sobre a empresa.

Acompanhe tudo sobre:InfraestruturaLogísticaMRSServiçosSetor de transporteTransporte e logística

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame