Porto Seguro terá jet ski para resgate em enchentes e alagamentos

Projeto começará neste verão em São Paulo e tem participação de campeão mundial de ondas gigantes
 (Porto Seguro/Divulgação)
(Porto Seguro/Divulgação)
Por Gabriel AguiarPublicado em 09/06/2021 17:19 | Última atualização em 09/06/2021 19:37Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A seguradora Porto Seguro apostou em algo inusitado para prestar socorro durante enchentes: um jet ski – que agora faz parte da frota da empresa, junto com motos, carros, picapes, guinchos e caminhões. Essa novidade servirá para resgatar pessoas em situação de risco e áreas de difícil acesso.

Inovação abre um mundo de oportunidades para empresas dos mais variados setores. Veja como, no curso Inovação na Prática

“Em diversas operações, tínhamos o caminhão para resgatar os veículos, mas, quando chegávamos ao local, era necessário fazer primeiro resgatar as pessoas. E o caminhão, muitas vezes, não era adequado para a finalidade. Queríamos uma maneira ágil para intervir. Discutimos, pesquisamos e chegamos ao jet ski como solução mais indicada”, diz Marcelo Sebastião, diretor de serviços da companhia.

Para colocar a iniciativa em prática, a seguradora pediu a colaboração de Carlos Burle, campeão mundial de ondas gigantes e especialista em resgaste com “moto aquática”. Atualmente, a Porto Seguro tem três funcionários com habilitação de motonauta, treinamento para bombeiro civil e salvamento.

O projeto será implementado no próximo verão, quando o risco de alagamento é maior, e já começou o planejamento para definir quais são as áreas mais vulneráveis – não apenas pelas chuvas, mas também pelo solo encharcado e pelos lençóis freáticos –, ainda que não haja 100% de previsibilidade. Além disso, o atendimento será realizado (ao menos neste momento) somente na cidade de São Paulo.

Assista ao vídeo do jet ski da Porto Seguro

Em conjunto com o jet ski, a Porto Seguro destinou um caminhão Unimog 4x4 para as operações, já que é capaz de atravessar alagamentos com até 1,50 m de profundidade. Para o projeto, o utilitário recebeu implemento exclusivo para operações de resgate e elevação de veículos com até 2.000 kg.

Com o monitoramento antecipado das possíveis ocorrências, que inclui estudos prévios com o apoio de meteorologistas, a seguradora consegue antecipar a logística e deslocar equipes de apoio às regiões que têm maior possibilidade de enchentes – na tentativa de garantir atendimentos mais rápidos.

Esteja sempre informado sobre as notícias que movem o mercado. Assine a EXAME.