Pico de produção de carros da Tesla ocasiona falta de baterias Panasonic

O CEO Elon Musk disse que a produção deve alcançar meta de 5 mil carros por semana até o fim do mês, provocando ceticismo de analistas de Wall Street

Tóquio - Um pico na produção de carros da Tesla, após atrasos, resultou em escassez ocasional de células de bateria, disse um executivo da Panasonic nesta quinta-feira em um sinal de que a Tesla está correndo para cumprir sua meta de produção para junho.

O bilionário da tecnologia e presidente-executivo da Tesla Elon Musk disse no início do mês que sua empresa deve alcançar sua meta de 5 mil carros por semana até o fim de junho, provocando ceticismo de analistas de Wall Street.

Yoshio Ito, chefe do negócio automotivo da Panasonic, disse em assembléia geral de acionistas da empresa na quinta-feira teve foi uma "melhoria acentuada na produção" que estava levando a escassez ocasional de célula de bateria.

A Panasonic é a fornecedora exclusivo de células de bateria para modelos atuais de produção da Tesla, produzindo-as no Japão, bem como a chamada super fábrica da Tesla no estado norte-americano de Nevada, que a Panasonic opera em conjunto.

A fornecedora também tem uma fábrica conjunta com a Tesla para produzir células solares e módulos em uma nova fábrica em Buffalo, Nova York.

Mas amarrar seu destino ao da Tesla, que tem lutado com gargalos de produção, às vezes parece uma aposta arriscada.

A Tesla disse no início deste mês o corte de milhares de postos de trabalho, enquanto tenta reduzir custos e tornar-se rentável sem pôr em risco a produção crítica do sedã, uma métrica de desempenho crítica.

"Eu não diria que o atraso (na produção do Modelo 3 de Tesla) não teve impacto em nossos negócios, mas estamos nos comunicando com a Tesla e trabalhando para melhorar de forma constante produção ", disse Ito.

A Panasonic considera as baterias como centrais para o seu plano de impulsionar receita de negócios automotivos para 2,5 trilhões de ienes até o ano em março de 2022, de 1,8 trilhão de ienes (16,3 bilhões de dólares) estimados para este exercício.

Para reduzir o risco de depender excessivamente da Tesla, a Panasonic juntou-se à Toyota para desenvolver conjuntamente baterias para veículos elétricos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.