Petrobras e Repsol Sinopec devolvem concessão do campo Piracucá

Campo, localizado em águas rasas da Bacia de Santos, foi adquirido pelas empresas na segunda rodada de licitações da ANP, em 2000
Concessões: Petrobras e Repsol Sinopec não comentaram imediatamente a publicação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Oscar Cabral/Reprodução)
Concessões: Petrobras e Repsol Sinopec não comentaram imediatamente a publicação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Oscar Cabral/Reprodução)
R
ReutersPublicado em 02/01/2017 às 11:35.

São Paulo - Publicação no Diário Oficial da União desta segunda-feira indica a devolução pela Petrobras e Repsol Sinopec do Brasil da concessão de exploração e produção de petróleo e gás natural referente ao campo de Piracucá.

O campo, localizado em águas rasas da Bacia de Santos, foi adquirido pelas empresas na segunda rodada de licitações da ANP, em 2000, e teve o contrato de concessão assinado no mesmo ano.

Procuradas, Petrobras e Repsol Sinopec não comentaram imediatamente a publicação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre a devolução da concessão.

Ao declarar a comercialidade do campo em 2009, a Petrobras chegou a anunciar reservas de 550 milhões de barris de petróleo equivalente no local.