Negócios

Petrobras contrata Nova Scotia para venda ativo na África

O valor dos campos de exploração de petróleo pode atingir cerca de US$ 3 bilhões, disseram as fontes

Petrobras: o processo de venda do ativo pode começar já no próximo mês (Mario Tama/Getty Images)

Petrobras: o processo de venda do ativo pode começar já no próximo mês (Mario Tama/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 28 de julho de 2017 às 15h33.

São Paulo/Londres - A Petrobras e o BTG Pactual contrataram assessores para auxiliar na venda da joint venture que controla campos de exploração de petróleo na África, cujo valor pode atingir cerca de US$ 3 bilhões, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

A Petrobras contratou o Bank of Nova Scotia, enquanto BTG contratou Evercore Partners como assessores e o processo de venda será feito conjuntamente, disseram as pessoas, que pediram para não ser identificadas porque as discussões são privadas.

O processo de venda do ativo pode começar já no próximo mês, disse uma das pessoas. A Petrobras e o Banco de Nova Scotia não responderam ao pedido de comentário. BTG e Evercore não quiseram comentar.

Acompanhe tudo sobre:ÁfricaBancosBTG PactualCapitalização da PetrobrasJoint-venturesVendas

Mais de Negócios

Para se recuperar, empresas do maior hub de inovação do RS precisam de R$ 155 milhões em empréstimos

Investida do bilionário Bernard Arnault, startup faz sucesso usando IA para evitar furtos no Brasil

Riverwood Capital investe R$ 126 mi e quer levar startup mineira de gestão de contratos ao mundo

Oxxo por delivery: rede de "mercadinhos de bairro" anuncia parceria com o Rappi

Mais na Exame