Por mais viajantes, aérea paga tratamento (ou velório) de quem pegar covid

O seguro oferecido pela empresa também cobre gastos média e eventual quarentena que o passageiro precisará ficar no país do destino pelo coronavírus

A Emirates, uma das companhias aéreas mais afetadas pela crise provocada pelo novo coronavírus, criou uma nova forma para tentar atrair passageiros: ela terá um seguro e vai pagar todo o tratamento caso algum de seus viajantes contraia a covid-19.

Segundo informações do site da Business Insider, a empresa pode desembolsar até 150 mil euros (cerca de 900 mil reais) para cobrir todos os gastos médicos do passageiro. Se o viajante precisar ser colocado em quarentena em seu destino por causa da doença, a companhia pagará até 100 euros (600 reais) por dia. Há, ainda, um valor de 1.500 euros (9.000 reais) para o funeral, caso seja necessário.

A Emirates, no entanto, não vai pagar pelos testes de covid-19 e alerta seus passageiros a contactarem a companhia antes de efetuar qualquer despesa. O viajante não vai precisar pagar a mais para ter o seguro em sua viagem.

Segundo a aérea, o novo serviço será oferecido até 31 de outubro. Ele passa a valer a partir do primeiro voo de uma viagem e continua em vigor mesmo em caso de mais de o viajante ter mais de um destino.

Ainda de acordo com informações da Business Insider, a Emirates teve queda de quase 90% de sua demanda durante a pandemia. O principal problema para ela é que seus voos são internacionais, setor que ainda não se recuperou da crise. Além disso, fronteiras fechadas e restrições de viagens entre países têm atrapalhado os planos da empresa.

Com as pessoas evitando viajar de avião durante a pandemia, a crise tomou conta do setor. No Brasil, a Latam entrou no pedido de recuperação judicial de sua divisão nos EUA, enquanto a Avianca teve falência decretada devido a dívidas que chegavam a 2,7 bilhões de reais.

Nos Estados Unidos, as empresas de lá já receberam ajuda de 25 bilhões de dólares para pagar salários e são candidatas a receber mais 25 bilhões sob um programa de empréstimo federal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.