Os carros que mais cresceram em vendas na pandemia — SUVs dominam

Utilitários esportivos continuam conquistando o consumidor, seja no varejo ou no atacado

A indústria automotiva continua contabilizando os prejuízos da pandemia do novo coronavírus. No auge da quarentena, os emplacamentos recuaram 90% no país. Mas alguns modelos se destacaram ao longo dos últimos meses. Dos carros que mais cresceram em vendas, quase todos são SUVs.

Segundo levantamento da consultoria especializada Bright Consulting, realizado a pedido da EXAME,  os utilitários esportivos continuam atraindo os consumidores para as concessionárias (ou lojas virtuais, mais recentemente).

Renovações de SUVs já existentes - o chamado facelift - e modelos totalmente novos contribuem para aquecer o segmento, que em julho ultrapassou os hatchs em participação nas vendas totais do mercado brasileiro pela primeira vez.

O levantamento da Bright Consulting contempla os 30 modelos mais vendidos do país no acumulado do ano.

Confira os carros que mais cresceram em vendas na pandemia:

 

Abril

A nova versão do SUV Tracker, da Chevrolet, foi lançada em março e rapidamente subiu no ranking do segmento. Com isso, as vendas em abril mais do que dobraram sobre o mês anterior.

 

Maio

O SUV Creta, da Hyundai, teve o melhor desempenho de maio, com 68% de crescimento sobre abril, com grande destaque para as vendas diretas (a frotistas).

 

Junho

Carro SUV T-Cross da Volkswagen

Desde o seu lançamento, no ano passado, o T-Cross, da Volkswagen, não para de crescer. Em junho, as vendas avançaram 150% sobre o mês anterior, segundo a Bright. Em julho, o modelo assumiu a liderança do mercado total, desbancando a hegemonia de mais de quatro anos do Onix, da Chevrolet.  No acumulado do ano, porém, o hatch da GM continua na liderança.

 

Julho

O sedã Ka, da Ford, é o único modelo a figurar entre os que mais cresceram na pandemia sem o título de SUV. Segundo a Bright, as vendas a frotistas também contribuíram para o bom desempenho do sedã de entrada.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também