O icônico esportivo da Ford que deve seguir no topo da categoria no Brasil

A montadora é historicamente conhecida pelos modelos "populares" no país, mas também tem público cativo com o Mustang
Mustang: legião de fãs no mundo todo (Ford/Divulgação)
Mustang: legião de fãs no mundo todo (Ford/Divulgação)
J
Juliana EstigarribiaPublicado em 31/01/2021 às 08:00.

Com a decisão da Ford de fechar todas as suas fábricas no Brasil, a montadora perderá participação nos segmentos de grandes volumes, especialmente compactos de entrada. No entanto, a marca deve continuar com uma fatia importante -- e cobiçada -- em esportivos: o icônico Mustang terá esse papel.

O modelo foi apresentado ao público pela primeira vez nos Estados Unidos em 1964 e inaugurou a era dos "muscle cars" (carros musculosos, na tradução literal). Desde então, traz uma legião de fãs ao redor do mundo, inclusive com versões especiais como o Shelby GT500 e o Cobra.

No Brasil, o Mustang ficou por muitos anos fora do mercado, tendo retornado no início de 2018. A montadora encerrou aquele ano na liderança da categoria de esportivos.

Em 2019, a marca repetiu o feito, desbancando concorrentes históricos como o Chevrolet Camaro e o Porsche 911.

Já em 2020, nem a pandemia afetou a categoria de esportivos: as montadoras registraram um crescimento de quase 20% das vendas, segundo balanço da Fenabrave, para 2.180 unidades. No período, a Porsche ultrapassou a Ford, devido a um line-up renovado de produtos com destaque para o 911.

Para Milad Kalume Neto, diretor da Jato Dynamics consultoria automotiva, o Mustang sempre terá um espaço cativo no mercado brasileiro. "O Mustang é um carro histórico e já foi até estrela de diversos filmes de Hollywood. Vai continuar com espaço no mercado brasileiro."

Na visão do especialista, para 2021 o desempenho da categoria de esportivos no Brasil vai depender principalmente da situação de estoques e das finanças de cada montadora, em um cenário de crise global e dólar em alta.

No caso da Ford, a empresa está se reestruturando globalmente. Dentro desse planejamento, está o lançamento em escala comercial do Mustang 100% elétrico. O Mach-E é, na verdade, uma espécie de SUV e promete entregar potência tanto quanto um muscle car a combustão.

O lançamento reforça a busca da montadora para se adaptar aos novos tempos da indústria automotiva rumo ao carro do futuro: elétrico, autônomo e altamente conectado.

Por ora, a Ford deve trazer ao Brasil o Mustang Mach 1, edição limitada equipada com motor V8 e componentes do Mustang GT e dos modelos Shelby. Ainda não há previsão, porém, para o Mach-E chegar ao país. Mas com ou sem fábrica em território brasileiro, a expectativa é que os entusiastas do esportivo -- que não são poucos -- estejam garantidos dessa oferta.

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.