Novos centros de treinamento exigem serviços e localização

A locação de espaços bem localizados e com infraestrutura completa traz importantes ganhos para as empresas que buscam por CTs corporativos próprios

O Brasil tem registrado cada vez mais empresas interessadas em priorizar a educação corporativa como investimento de longo prazo para os colaboradores e a cadeia de fornecedores. Um estudo divulgado pela consultoria Deloitte no início do ano passado apontou que, entre 2014 e 2017, houve um crescimento de 42% no número de companhias com equipes adeptas da prática de educação corporativa. E 14% das 126 empresas ouvidas no levantamento já possuíam universidades corporativas.

Também entre as companhias pesquisadas, constatou-se uma alta na participação dos treinamentos presenciais: de 67%, em 2014, para 74% em 2016. No mesmo período, a modalidade a distância caiu de 33% para 26%. Com o aumento da capacitação presencial, muitas dessas empresas têm demonstrado preocupação não apenas com o desenvolvimento do conteúdo a ser oferecido, mas também com a qualidade e versatilidade dos ambientes de ensino que abriguem seus colaboradores da melhor maneira possível e ajudem a fortalecer a cultura da empresa.

Na busca por esses espaços, diversas companhias estão optando pela terceirização imobiliária. Nesse modelo, a empresa contrata um parceiro especialista imobiliário que lhe oferece um espaço customizado para locação de acordo com suas necessidades e especificidades. “Dessa maneira, é possível pode garantir um espaço próprio, que esteja alinhado à sua cultura e identidade, com ambiente agradável e flexível para a elaboração do programa de aulas, e tudo isso em uma localização privilegiada e com infraestrutura adequada”, lembra Maurício Geoffroy, diretor da Bresco, especializada na locação de galpões e escritórios corporativos.

A cinco minutos do aeroporto
Esse é o caso do Parque Corporativo Bresco Viracopos, empreendimento de uso misto com 1 milhão de metros quadrados, vizinho ao aeroporto de mesmo nome, distante apenas alguns minutos do centro de Campinas. Atualmente, o imóvel abriga os centros de treinamento de empresas como a Azul Linhas Aéreas, a John Deere e a Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Geoffroy lembra que o complexo reúne os centros de treinamento dessas empresas no Brasil, pois traz diferenciais importantes, como a proximidade do aeroporto de Viracopos, que hoje tem o maior número de conexões para todo o Brasil, o que facilita a logística dos funcionários.

 (Bresco/Divulgação)

O fato de estar localizado em Campinas também é um atrativo, uma vez que a cidade do interior de São Paulo está próxima de duas das principais rodovias do estado – Anhanguera e Bandeirantes – e possui grandes centros educacionais de qualidade. “Além da localização privilegiada, o Parque Corporativo conta com infraestrutura completa, como trilha ecológica para prática de exercícios, o hotel Ramada com 200 quartos, restaurante, salas de convenção, academia de ginástica e estacionamento privativo. E ainda no primeiro semestre do ano que vem, um centro de conveniência, atualmente em construção, abrigará restaurantes, cafés, academia e outros serviços especializados. O objetivo é que as empresas instaladas em nosso empreendimento encontrem tudo que necessitam em um único lugar”, completa o executivo.

Centros de treinamento no Parque Corporativo Bresco Viracopos
Além desses diferenciais, as empresas que hoje mantêm seus centros de treinamento ali foram atraídas, em especial, pela possibilidade de montar sua operação exatamente de acordo com suas demandas e especificações. O supervisor de treinamento da FCA, Rogério Ricci Machado, lembra que, durante três meses, procurou a melhor solução para realizar os treinamentos da empresa antes de se instalar no empreendimento.

A FCA optou por locar um imóvel com módulos extremamente flexíveis, ideais para atender a diferentes tipos de uso, como: escritórios, centros de treinamento, laboratórios, armazéns, showrooms, call centers, indústrias de montagem e de alta tecnologia, entre outros. A versatilidade da estrutura – que permite desde montar um showroom até formar um auditório – e o tempo para tornar o espaço operacional foram outros atrativos. “A reforma realizada pela Bresco para colocar nosso centro de treinamento em funcionamento durou dois meses e meio. Se fôssemos fazer isso internamente, incluindo todos os processos de aprovações e desenvolvimento de projetos, esse tempo seria de cerca de seis a oito meses”, conta Machado.

A FCA, que representa as marcas Fiat, Chrysler, Jeep, RAM e Alfa Romeo no Brasil, também enxergou vantagens em poder ter um ambiente adaptável e totalmente personalizado para suas marcas. “Com o espaço dedicado para nossas marcas, já conseguimos utilizá-lo de diversas formas. No início do ano, por exemplo, realizamos o lançamento do Fiat Ducato para a imprensa no Centro de Treinamento, montando um showroom exclusivo. E também já fizemos workshops e capacitação para 120 pessoas do Brasil todo”, diz Machado.

Em uma área de 7 000 metros quadrados do Parque Corporativo, a Azul Linhas Aéreas, por sua vez, teve a Universidade Azul (UniAzul) construída sob medida pela Bresco, por meio do modelo built to suit. Trata-se de um complexo de formação e treinamento de pessoal da área de aviação que conta com três pavimentos, 15 salas de treinamento e um fluxo diário de aproximadamente 700 alunos. Os cursos têm carga horária que varia entre dois dias, para reciclagem, e 20 dias. A construção durou dez meses e, graças a ela, a Azul foi pioneira ao adotar um simulador próprio para treinar pilotos de sua frota.

Centros de treinamento da Azul e John Deere instalados no Parque Corporativo Bresco Viracopos

Centros de treinamento da Azul e John Deere instalados no Parque Corporativo Bresco Viracopos (Bresco/Divulgação)

“A localização do empreendimento certamente é o principal benefício para a Azul, pois é muito conveniente para nossa operação. Fatores como a segurança de estar dentro de um condomínio fechado e o profissionalismo do time de suporte da Bresco também são destaque”, afirma o gerente-geral de infraestrutura da Azul, Paulo de Campos Brochini. O executivo ressalta que o diferencial da Bresco é poder fornecer uma solução em real estate sob medida e de forma rápida, estendendo-se por todo o ciclo de vida do imóvel, visto que possui versatilidade para expansões e adaptações necessárias. “Já os indicamos para outras empresas, uma vez que confiamos no trabalho desse time e também os temos como parceiros”, diz.

O Centro de Distribuição e de Treinamento da John Deere para toda a América do Sul, com 77 000 metros quadrados, também foi construído no modelo sob medida. Para o diretor de operações da companhia para a América do Sul, Ilson Eckert, a proximidade com o aeroporto de Viracopos e a conexão com a principal malha rodoviária do país, facilitando a chegada ao Porto de Santos, foram fundamentais para a escolha. “A expansão entregue pela Bresco atendeu às expectativas da John Deere, desde a concepção do projeto até a sua efetiva execução. O resultado foi uma expansão completamente integrada e operacional, sem interrupções nos serviços aos nossos concessionários e clientes”, completa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.