Novo SUV 100% elétrico da Volvo indica os próximos passos da montadora

Volvo XC40 Recharge Pure Electric diz muito sobre o momento da marca, que aposta em mobilidade eletrificada e comemora certificado internacional de segurança para todos os seus modelos

A cada dez carros eletrificados vendidos no Brasil, quatro são da Volvo. Dentre os modelos Plug-in Hybrid, ou seja, que podem tanto ser carregados na tomada como abastecidos nos postos de combustíveis, a marca sueca atingiu, no mês de abril, 74,8% de participação de mercado.

No acumulado do ano, a Volvo respondeu por 71,8% das vendas de veículos híbridos. Entre eles destacam-se os SUVs XC90, XC60 e XC40, que são os mais vendidos em suas categorias.

“Seguimos com nosso objetivo principal que é a eletrificação. Chegar a quase 75% entre os modelos híbridos plug-in vendidos no Brasil é uma marca muito importante e que reforça o nosso compromisso”, destaca João Oliveira, diretor-geral de operações e inovação da Volvo Car Brasil.

A montadora é a única a receber o certificado de segurança máxima emitido pelo renomado órgão americano Insurance Institute for Highway Safety (IIHS) para todos os veículos comercializados.

“Independentemente do estilo da carroceria, motor ou acabamento, todo Volvo oferece proteção líder mundial em caso de colisão”, explica Anders Gustafsson, presidente e CEO da Volvo Car USA. “Estamos orgulhosos de que o IIHS tenha reconhecido isso ao conceder um Top Safety Pick Plus a todos os veículos que produzimos hoje. Nenhuma outra empresa recebeu esta honra em todas as linhas de automóveis.”

Lançamento: Volvo XC40 Recharge Pure Electric

Todos os veículos Volvo comercializados no Brasil são certificados com o TSP+: Volvo S60, Volvo S90, Volvo XC60, Volvo XC90 e, mais recentemente, o Volvo XC40 Recharge Pure Electric – primeiro SUV pequeno totalmente elétrico, e um dos lançamentos mais aguardados pelos consumidores brasileiros no segundo semestre deste ano.

Assim como os outros veículos da marca, a novidade chega com itens de segurança de série, incluindo aviso de colisão dianteira e frenagem de emergência automática, além de sistemas de prevenção avançada de colisão de pedestres e ciclistas.

Os itens de segurança fazem parte dos esforços da Volvo para evitar mortes ou acidentes graves em seus veículos. No ano passado, por exemplo, a marca reduziu a velocidade máxima permitida de todos os carros novos para 180 km/h, e implementou uma proteção contra saídas de estrada e em um novo conjunto de sensores de segurança.

Veículos autônomos em teste

Além de segurança, a Volvo tem apostado suas fichas no futuro da mobilidade autônoma. Prova disso foi o acordo assinado recentemente com a DiDi Autonomous Driving – o braço de tecnologia autônoma da Didi Chuxing (plataforma líder em mobilidade) –, para testes com veículos autônomos da DiDi.

A Volvo ficará responsável por fornecer à DiDi modelos XC90 equipados com os sistemas de backup necessários para funções como direção e frenagem. A montadora também vai colaborar com a DiDi Autonomous Driving para integrar software e hardware adicionais que permitam tornar o veículo totalmente pronto para a direção autônoma.

“Combinar o programa de expansão do robotáxi DiDi com a segurança de nossos carros cria uma ótima combinação para construir a confiança entre os consumidores para uma viagem de carro autônoma”, disse Håkan Samuelsson, presidente executivo da Volvo Cars.

Em 2020, a Volvo Cars já havia fornecido à DiDi modelos XC60 para um primeiro programa piloto de robotáxi de Xangai. Pessoas em certas áreas da cidade chinesa podiam reservar viagens por robotáxi no aplicativo da DiDi e serem transportadas de forma autônoma, enquanto os carros eram monitorados por um motorista de segurança e um engenheiro. “Com a liderança da Volvo Cars em segurança, esperamos alcançar novos marcos em direção a futuros serviços de transporte autônomo”, disse Bob Zhang, CEO da DiDi Autonomous Driving e CTO da Didi Chuxing.

Clique aqui para saber mais sobre as novidades da Volvo no Brasil.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também