Novo presidente do BB, Abreu tem bom trânsito político

Alexandre Abreu, 49, é tido como um profissional de bom trânsito com o meio político, assim como no meio empresarial

São Paulo - Alexandre Abreu, 49, o novo presidente-executivo do Banco do Brasil, é tido como um profissional de bom trânsito com o meio político, assim como no meio empresarial.

Natural da cidade mineira de Aimorés, Abreu ingressou no BB em agosto de 1986 como escriturário e teve uma ascensão rápida. De 1991 a 2004, subiu oito posições hierárquicas, assumindo a gerência executiva da área de cartões.

Três anos mais tarde assumiu a diretoria de cartões e em 2009 tornou-se vice-presidente de Varejo, caminho parecido ao trilhado por seu antecessor Aldemir Bendine, que agora assume a presidência da Petrobras.

Abreu dividia a preferência do governo para assumir o comando do BB com Paulo Rogério Caffarelli, que comandou as vice-presidências de Varejo e depois a Internacional do BB.

Pesou a favor de Abreu seu empenho com o "Bompratodos", programa criado pelo banco em 2012, atendendo a ordem do governo federal para os bancos públicos aumentarem a oferta de crédito e reduzirem juros, como parte dos esforços para tentar conter a desaceleração econômica.

Em tese, Abreu pode se aposentar no ano que vem, quando completará 30 anos de casa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.