Crise no setor automotivo já deixou 12.000 desempregados

Número, estimado pela Fenabrave, não engloba pessoas dispensadas pelas montadoras, mas sim pelas concessionárias fechadas

	Vendas menores: número de carros emplacados caiu 16,63% no país de janeiro a abril
 (Mauricio Lima/AFP)
Vendas menores: número de carros emplacados caiu 16,63% no país de janeiro a abril (Mauricio Lima/AFP)
Por Tatiana VazPublicado em 07/05/2015 10:45 | Última atualização em 07/05/2015 10:45Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo – Cerca de 12.000 profissionais já foram dispensados de janeiro a abril deste ano com o fechamento de 250 concessionárias de carro do país, estima a Fenabrave.

As demissões são reflexos das más vendas do setor desde o início do ano e são, segundo a federação, maiores que as registradas pelas montadoras até abril, de 3.600 pessoas.

Segundo a entidade, 1,389 milhão de carros foram emplacadas nos quatro primeiros meses, volume 16,63% menor em relação ao mesmo período de 2014.

E a estimativa daqui para frente não é nada animadora.

A federação prevê que 800 lojas fechadas sejam fechadas até o final do ano, o equivalente a 10% de todas as concessionárias existentes hoje no país.

Tal previsão poderia acarretar a demissão de até 40.000 trabalhadores em 2015.