Mulher de brasileiro fugitivo da TelexFREE é presa nos EUA

Katia Wanzeler foi presa durante uma tentativa de fuga para se encontrar com o marido fugitivo no Brasil, co-fundador da companhia

	Carlos Wanzeler, um dos fundadores da TelexFREE: brasileiro teria fugido para o Canadá em abril, e de lá embarcado em um voo para São Paulo
 (Reprodução/Youtube)
Carlos Wanzeler, um dos fundadores da TelexFREE: brasileiro teria fugido para o Canadá em abril, e de lá embarcado em um voo para São Paulo (Reprodução/Youtube)
F
Firas FreitasPublicado em 15/05/2014 às 19:09.

São Paulo – A mulher do brasileiro co-fundador da TelexFREE, Carlos Wanzeler, foi presa nesta quinta-feira durante uma tentativa de fuga para o Brasil, segundo The Boston Globe.

Katia Wanzeler foi presa no aeroporto JFK, em Nova York, ao tentar embarcar em um avião e se juntar ao seu marido, que estaria fugitivo no Brasil, informou o jornal.

Ainda segundo o jornal The Boston Globe, Carlos Wanzeler teria fugido dos Estados Unidos em abril, através do Canadá.

O brasileiro teria ido até o país em sua BMW, e de lá embarcado em um voo de Toronto para São Paulo.

Prisão

Nesta última sexta-feira, o Departamento de Justiça dos EUA emitiu um mandado de prisão contra os fundadores da TelexFREE. O americano James Merrill foi preso no mesmo dia, enquanto o brasileiro permaneceu foragido.

Os dois foram acusados de montar um esquema de fraude financeira, que atraiu mais de um milhão de pessoas só no Brasil. Se condenados, eles podem pegar mais de 20 anos de prisão.

Segundo os órgãos reguladores americanos, a empresa já teria arrecadado mais de um US$ 1 bilhão nos EUA, com o suposto "esquema ilegal de pirâmide" financeira.

No mês passado, a companhia já tinha sido multada em R$ 5,590 milhões pelo Ministério da Justiça do Brasil.

A punição foi aplicada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão da Secretaria Nacional do Consumidor. O valor da multa deve ser depositado em favor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos.