Fusão entre T-Mobile e Dish pode ser problema para Sprint

A Sprint está no meio de um plano de retomada para estancar a perda de assinantes e melhorar seu balanço

Nova York – Uma fusão entre a operadora norte-americana T-Mobile US e a empresa de TV via satélite Dish Network poderá forçar a Sprint a buscar um acordo ou parceria para si mesma.

A T-Mobile e a Dish estão em conversas iniciais para uma fusão, disse uma fonte com conhecimento do assunto à Reuters.

O espectro de celular da Dish transformaria a T-Mobile, quarta maior operadora de celular dos Estados Unidos, em um competidor muito mais forte para a Sprint, atual terceiro lugar.

Também ocorre enquanto rivais maiores como AT&T e Verizon têm investido no fortalecimento de suas redes e tentam extrair receitas de vídeos online além de serviços de celular.

“Se a Dish comprar a T-Mobile elas vão ficar muito mais fortes, seu espectro vai dobrar e terão real competitividade frente ao restante da indústria”, disse o analista da New Street Research Spencer Kurn.

A Sprint está no meio de um plano de retomada para estancar a perda de assinantes e melhorar seu balanço. A companhia, que tem excesso de espectro, tem queimado recursos para obter assinantes e melhorar sua rede de celular.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.